Página Inicial / Bahia / Bahia sofre, mas vence o Vila Nova e dorme no G-4

Bahia sofre, mas vence o Vila Nova e dorme no G-4

Compartilhe em sua Rede Social

itambagora

Com o gol de Juninho logo aos 6 minutos, o Bahia parecia que venceria o Vila Nova com autoridade. O sentimento aumentou quando o adversário perdeu um jogador expulso ainda no primeiro tempo. Mas, o que se viu em campo foi muito sofrimento do time baiano, que escapou de levar o empate e até a virada e venceu pelo placar apertado.

A vitória, a terceira fora de casa na competição, levou o Tricolor ao G-4 da Série B. Com 56 pontos, o Esquadrão assumiu a terceira colocação, mas precisará torcer por tropeços de Náutico e Avaí, neste sábado (5), para não deixar a zona de classificação à Série A.

Os comandados de Guto Ferreira, que também não esteve em uma boa noite fez mudanças que prejudicaram ainda mais o time durante o jogo, voltam a campo na próxima terça-feira (8), diante do Sampaio Corrêa, na Arena Fonte Nova.

 O JOGO

O jogo começou e o Bahia abriu o placar logo aos seis minutos. Em falta com jogada ensaiada, Juninho cobrou no canto sem chances para o goleiro.

Mas, após o gol, o Bahia recuou e viu o Vila Nova pressionar em alguns lances. No principal deles, aos 44 minutos, Maguinho invadiu a área, chutou cruzado e Muriel espalmou para afastar o perigo.

Porém, os minutos finais foram de tranquilidade para o Tricolor. Aos 48, Guilherme Teixeira fez falta em Juninho, recebeu o segundo amarelo e foi expulso de campo, deixando o time goiano com um homem a menos.

Apesar da superioridade numérica, o time baiano quase levou um gol aos cinco minutos do segundo tempo. Em contra-ataque, Moisés deixou Maguinho de cara para o gol, mas o lateral direito, sem goleiro, conseguiu mandar para fora para desespero da torcida.

Aos 15, os donos da casa assustaram novamente. Marcelo Cordeiro lançou bola na área, Guilherme Geladeira desviou de cabeça e a bola passou muito perto do gol.

Já aos 21, o Vila perdeu o gol mais feito da partida. Maguinho fez boa jogada pela direita, cruzou rasteiro na área e Frontini, livre e na pequena área desviou na trave.

Aos 29, o time goiano chegou novamente. Com troca de passes, Fabinho recebeu na área, chutou forte e tirou tinta do travessão,

Um minuto depois, o assistente flagrou uma agressão de Moisés no adversário e avisou ao árbitro. O lateral do Bahia recebeu o segundo amarelo e também foi expulso.

Com a igualdade de jogadores, o time baiano continuou levando pressão, mas conseguiu segurar o triunfo apertado fora de casa.

 

Vila Nova (GO) 0 x 1 Bahia

Brasileirão Série B – 34ª rodada

 

Local: Serra Dourada, em Goiânia (GO)

Data/Horário: 04/11/2016, às 20h30 (De Salvador)

Arbitragem: Rodolpho Toski Marques (ASP-FIFA/PR), auxiliado por Ivan Carlos Bohn e Luciano Roggenbaum (PR)

Cartões amarelos: Guilherme Teixeira, Moisés (VIL); Régis, Renê Junior, Moisés, Wesley (BAH)

Cartões vermelhos: Guilherme Teixeira (VIL); Moisés (BAH)

Gols: Juninho (BAH)

 

Vila Nova (GO)

Wagner Bueno; Maguinho, Guilherme Teixeira, Reginaldo e Marcelo Cordeiro (Frontini); Caíque, Fagner (Aloisio), Victor Bolt e Simião; Moisés e Fabinho. Técnico: Guilherme Alves.

 

Bahia

Muriel; Eduardo, Tiago, Jackson e Moisés; Renê Júnior, Juninho (Feijão) e Régis (Luiz Antônio); Edigar Junio, Victor Rangel (Wesley) e Hernane. Técnico: Guto Ferreira.

(Fonte Galáticos Online)

Sobre Reginaldo Spínola

Postagem em destaque

Itarantim: Tentativa de homicídio termina com uma adolescente de 14 anos baleada na testa

Compartilhe em sua Rede Social  Uma tentativa de homicídio, na cidade de Itarantim terminou com …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.