Página Inicial / Brasil / Mãe briga com filha por não ser virgem e ouve: ‘Foi seu marido’

Mãe briga com filha por não ser virgem e ouve: ‘Foi seu marido’

Compartilhe em sua Rede Social

Uma mãe acabou tendo uma resposta terrível ao brigar com sua filha de 12 anos por ela não ser mais virgem. A menina, da cidade de Jundiaí, no estado de São Paulo, contou para a mãe que não era mais “pura”. Ela então questionou quem tinha tirado a sua pureza. Foi então que a mãe, que não teve o nome identificado, acabou descobrindo o pior. “Foi o seu marido”, disse a garotinha.

A garotinha, de 12 anos, contou que os estupros começaram quando ela tinha apenas 8 anos e aconteceram durante três anos. A mãe ficou revoltada quando ficou sabendo de tudo e deu detalhes a respeito do que aconteceu ao portal de notícias G1, em reportagem publicada nesta quinta-feira (21).

Mãe desconfiava que filha namorava escondida e acabou descobrindo estupro

A mulher contou ao portal de notícias G1 sobre tudo o que aconteceu. Ela revelou que desconfiava que a menina estava tendo um caso amoroso com algum rapaz. No entanto, acabou descobrindo o pior. A mãe questionava o tempo todo porque a filha não era mais virgem, até que um dia a garota acabou contando tudo e surpreendeu a todos.

‘Foi o seu marido’, diz menina ao revelar estupro pelo padrasto

A mãe então disse que estava questionando a garota, até que ela a surpreendeu e contou que havia sido o seu marido. A mãe conta que pensou inicialmente que tudo fosse mentira. No entanto, ao analisar a conduta da criança, ela passou a pensar melhor sobre tudo. Para a mulher, o pai e a garota tinham um relacionamento normal e ela jamais acreditou que ele pudesse mesmo estar estuprando a menor de idade.

Garota passa por exame que comprova estupro do padrasto

De acordo com o G1, a menina precisou passar por um exame de corpo de delito, que acabou comprovando o crime. O homem foi levado à delegacia, onde ficou preso. “Minha filha estava com uma rebeldia muito esquisita, por isso comecei a desconfiar que havia algo de errado”, disse a mãe ao falar sobre tudo.

A mulher ainda contou que, como tinha que trabalhar, chegava às vezes tarde em casa e deixava a menina e o seu marido juntos. Com a menina na casa, ele acabava estuprando a garotinha. Deixando a menina só com o padrasto, o comportamento da menor de idade acabou mudando. A mãe confirmou que uma das mudanças foi o fato dela não ter mais vontade de estudar e ir à escola. Demorou ainda para que a mãe soubesse de tudo, o que só ocorreu depois que a escola a chamou. // Blastingnews

Sobre Reginaldo Spínola

Postagem em destaque

Adolescente fura 24 colegas com agulha em escola e caso vai parar na polícia

Compartilhe em sua Rede Social  Um estudante de 13 anos furou 24 colegas com uma …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.