Página Inicial / Brasil / Corpos achados em mata podem ser de família desaparecida no RS

Corpos achados em mata podem ser de família desaparecida no RS

Os corpos de duas mulheres e um homem foram achados em uma fazenda em Vitor Graeff, no Rio Grande do Sul, na manhã deste domingo (1). A suspeita é de que sejam os corpos de uma família que desapareceu em maio na cidade de Colorado. Roberto Terres, a mulher Márcia Johan e a filha Maria, de 15 anos, sumiram em 24 de maio. A informação é do G1.

Segundo a polícia, os três saíram de Carazinho para buscar um carro na vizinha Colorado. O veículo seria usado para pagar uma dívida por tráfico de drogas. Um vizinho ia com os três para dirigir o carro deles na volta. Quando chegaram na casa onde pegariam o veículo, um homem, que hoje é o principal suspeito pelo crime, os recebeu a tiros. O vizinho conseguiu fugir do lugar, mas a família não foi mais vista.

Encontrados em Não-Me-Toque corpos que podem ser da família desaparecida de Carazinho

Na manhã de hoje, moradores encontraram um crânio em uma mata de difícil acesso ao buscar lenha no interior de Vitor Graeff. A polícia foi acionada e acabou localizando os três corpos. Agora, é esperada a conclusão da perícia para confirmar as identidades dos mortos.

Local foi apontado à Polícia por moradores do entorno de fazenda no interior de Vitor Graeff, que andavam pela região para buscar lenha (Foto: Polícia Civil/Divulgação )

A principal linha de investigação é justamente ligada ao tráfico. Roberto Terres e o principal suspeito de ter matado a família, que não teve nome divulgado, têm antecedentes por envolvimento com drogas. Este suspeito está preso de maneira preventiva, mas foi ouvido e não confessou o crime.

O Ministério Público já fez a denúncia do suspeito. Três perícias foram feitas, mas duas tiveram resultado inconclusivo. Não foi identificado sangue humano no carro do suspeito. A terceira perícia ainda tem resultado aguardado e deve comprovar se os projéteis achados no lugar do crime vieram da arma apreendida com o suspeito. Mesmo assim, ele foi denunciado por triplo homicídio qualificado e ocultação de cadáver.

Sobre Reginaldo Spínola

Postagem em destaque

“TÁ REPREENDIDO”: Pastor é acusado de estuprar adolescente em Feira

Policiais da Delegacia para o Adolescente Infrator (DAI), comandados pela delegada Danielle Matias, cumpriram nesta …