Página Inicial / Bahia / VÍDEO: Ex-mulher encomendou morte de Fabrício e sua companheira em fazenda, diz polícia

VÍDEO: Ex-mulher encomendou morte de Fabrício e sua companheira em fazenda, diz polícia

Cinco dos seis acusados de envolvimento no assassinato brutal do casal Fabricio Trevizani, de 34 anos e Maricélia Silva Bobbio, de 24, ocorrido no último dia 19, na fazenda da família em Guaratinga, foram apresentados à imprensa no fim da manhã desta terça-feira (24), da sede da 23ª Coordenadoria de Polícia (23ª Coorpin), em Eunápolis.

O sexto acusado está foragido. De acordo com o delegado Moisés Damasceno, a ex-mulher de Fabricio, a designer de sobrancelhas Daniela Pinheiro de Souza, de 25 anos, foi a mandante do duplo assassinato. “Eles viveram juntos por nove anos e tinham um filho de seis anos. Há dois anos estavam separados e estavam em disputa pelos bens”, informou Damasceno. Moisés informou que a gravidez recente de Maricélia teria motivado o crime. Assista:

 
 “Daniela soube que o Fabricio havia recebido uma herança há pouco tempo e ficou com medo de ter que dividir os bens de seu filho com Fabrício com a criança que Maricélia estava esperando”, destacou o delegado.

O crime teria sido executado pelo atual namorado de Daniela, o segurança Jhonatan da Silva Teixeira, 24 anos, juntamente com Taniro Francisco Ribeiro, 23 anos; Rafael Barbosa da Silva, 22 anos – que era segurança do Hospital Regional de Eunápolis; um adolescente de 17 anos; e Eferson Queiroz Santos, 28 anos, que está foragido.

Jhonatan teria sido o responsável pelos tiros e pela facada que levaram Fabricio a morte. “Ele deu os tiros, mas como viu que Fabrício continuava vivo e as balas da arma acabaram, usou uma faca para sangrá-lo até a morte”, descreveu o delegado. Os demais envolvidos nos homicídios seriam pagos com a venda das armas e de objetos que fossem roubados da fazenda. As armas utilizadas e as armas que foram roubadas da fazenda também foram apreendidas pela polícia. “Eles sabiam que tinham objetos de valor na casa e iriam roubar, mas o alarme disparou e eles não tiveram tempo de procurar”, ressaltou o delegado.

Segundo Moisés, Honatan confessou o crime e informou que Daniela é a mandante. A acusada nega qualquer participação nos homicídios. “O juiz Rodrigo Quadros, da comarca de Guaratinga, já decretou as prisões de todos os envolvidos”, informou o coordenador. Os acusados não quiseram dar nenhuma declaração à imprensa. Maricélia e Fabricio foram assassinados enquanto dormiam na fazenda da família, na zona rural de Guaratinga, na madrugada do dia 19. O filho dela, de seis anos, estava na casa. Ele não ficou ferido. Maricélia estava grávida de dois meses. // As informações são do Radar64.

Sobre Reginaldo Spínola

Postagem em destaque

Tristeza: Menino de 10 anos morre afogado em represa de Livramento

Um garoto de 10 anos, identificado como sendo Renan Ramos dos Santos, morreu afogado no …