Página Inicial / Bahia / Caso Letícia: Jovem ia entregar maconha para cliente quando foi morta, diz Polícia Civil

Caso Letícia: Jovem ia entregar maconha para cliente quando foi morta, diz Polícia Civil

Compartilhe em sua Rede Social

A adolescente de 16 anos morta a tiros em Vitória da Conquista, região sudoeste da Bahia, foi vítima de uma emboscada por conta de envolvimento com o tráfico de drogas, segundo informou a Polícia Civil na sexta-feira (17). Conforme disse o delegado do caso, Hudson Santana, Letícia Rocha Santos estava estava indo entregar trouxas de maconha a uma pessoa ainda não identificada, quando foi morta. A adolescente já havia sido conduzida à delegacia, neste mês de novembro, por roubo. “Não temos mais dúvidas que a morte dela tem relação com o tráfico de drogas. Ela foi chamada para morrer pelo Whatsapp. Mandaram uma mensagem pedindo a droga, mas o interesse era colocar ela em uma emboscada. Quando fomos ao local e fizemos o levantamento cadavérico, vimos as trouxinhas de maconha na mão dela”, disse o delegado.

Hudson Santana disse ainda que, inicialmente, a polícia informou que dois homens em uma moto haviam disparado contra a vítima, mas que na verdade foram quatro homens em duas motos que participaram do crime.

O delegado detalhou ainda que a adolescente foi apreendida na terça-feira (14) pois, junto com o namorado, assaltou uma pessoa no bairro Brasil. O rapaz estava com uma arma. Na ocasião, ele foi guardar o revólver na cintura e deu um tiro no pé. Ele também foi levado para a delegacia e está preso. Letícia é natural de São Paulo e morava na Bahia com o namorado. O corpo dela foi levado para o Departamento de Polícia Técnica (DPT) de Vitória da Conquista e liberado às 9h desta sexta-feira. Não há detalhes sobre sepultamento. / Blog do Marcelo

Sobre Reginaldo Spínola

Postagem em destaque

MP afasta vereadores de Itapé suspeitos de usar dinheiro público para comprar gado

Compartilhe em sua Rede Social  Ministério Público da Bahia (MP-BA) realizou ação de busca na …