Página Inicial / Brasil / Drama: Mãe se recusa a enterrar filha por acreditar que ela esteja viva. Vídeo

Drama: Mãe se recusa a enterrar filha por acreditar que ela esteja viva. Vídeo

Mãe de garota dada como morta há dois dias pelos médicos se recusa a sepultar o corpo da filha. Ela alega que na família há casos de catalepsia, condição transitória, mas às vezes duradoura, em que o paciente sofre uma paralisia geral de todos os seus músculos, ficando impossibilitado de se mover ou mesmo falar, embora continue consciente e com os seus sentidos ativos e as funções vitais funcionantes. O caso aconteceu na cidade de Rio Largo, Região Metropolitana de Maceió, Alagoas.

Débora Isis Mendes de Gouveia, 18 anos, deu entrada no Hospital Geral do Estado (HGE) no dia 6 de novembro, com infecção urinária. O problema se agravou e ela teve uma infecção nos rins, precisando ser transferida para uma outra unidade de saúde.

Segundo a TV Gazeta, no dia 8 de novembro, ela deu entrada no Hospital Vida, localizado na Jatiúca, bairro nobre de Maceió. No dia 12 de novembro, às 14h10, a jovem foi dada como morta. Na certidão de óbito consta que ela morreu devido a infecção renal. Desde então, Débora Isis está dentro de um caixão e a família se nega a fazer o enterro.

Ao G1, Tereza Cristina, mãe da garota falou que “quando deu um ataque em mim eu tive uma dor muito forte na perna e eu fiquei assim, só retornei depois de quatro dias. Esse problema está se agravando e vem acontecendo na família”, comentou.

O delegado Manuel Wanderley Cavalcante está à frente das investigações e já pediu para confirmarem se realmente Debora está morta. “Vamos verificar se o cadáver está em óbito. E se for comprovado que o hospital liberou este corpo sem óbito, vamos responsabilizar o hospital. Vou instaurar procedimento de investigação”, disse o delegado ao G1.

Confira o momento em que a mãe impede o enterro da filha:

Sobre Reginaldo Spínola

Postagem em destaque

 Protesto termina em “barraco” entre vereador e pipeiros de Rio do Antônio. Assista ao vídeo

Diz o ditado que ‘Na briga entre o mar e o rochedo, é o siri …

Caatiba: Professores entram em greve e luta por recurso dos precatórios do FUNDEF

Os profissionais da Educação Municipal de Caatiba, paralisaram às atividades escolares por tempo indeterminado na …