Página Inicial / Bahia / Prefeita de Porto Seguro falou que ia desviar R$1 bi de obra

Prefeita de Porto Seguro falou que ia desviar R$1 bi de obra

A Justiça Federal decretou o afastamento dos prefeitos de Porto Seguro, Santa Cruz Cabrália e Eunápolis, no sul da Bahia, por suspeita de envolvimento em fraudes que podem ter levado ao desvio de R$ 200 milhões, segundo a “Operação Fraternos”, deflagrada nesta terça-feira, 7. Entre os afastados está a prefeita de Porto Seguro, Claudia Oliveira (PSD), que, em agosto de 2012, foi filmada em campanha avisando às gargalhadas que iria desviar R$ 1 bilhão de uma obra que prometia contratar – se eleita, para construção de uma ponte na cidade.

“Uma ponte onde serão investidos R$ 2 bilhões. Um bilhão eu fico!!”, dizia ela, caminhando por entre correligionários. O vídeo com a ‘promessa’ de Claudia foi divulgado pelo jornal O Globo.

Na ocasião, Claudia foi alertada por um homem que a acompanhava que tudo estava sendo gravado. “Tá gravando, viu. Tá gravando tudo aqui, viu?”.  Veja:

Era agosto de 2012. Então deputada estadual, Claudia se elegeu dali a dois meses para seu primeiro mandato.

Nesta terça, Claudia foi conduzida coercitivamente pela Polícia Federal e afastada do cargo por ordem da Justiça no âmbito da “Operação Fraternos”, que investiga contratos sem licitação envolvendo familiares dela e também de outros dois prefeitos, dos municípios de Eunápolis e Santa Cruz Cabrália, respectivamente Robério Oliveira e Agnelo Santos, ambos do mesmo partido de Claudia. // Varela Notícia

Sobre Reginaldo Spínola

Postagem em destaque

 Protesto termina em “barraco” entre vereador e pipeiros de Rio do Antônio. Assista ao vídeo

Diz o ditado que ‘Na briga entre o mar e o rochedo, é o siri …

Caatiba: Professores entram em greve e luta por recurso dos precatórios do FUNDEF

Os profissionais da Educação Municipal de Caatiba, paralisaram às atividades escolares por tempo indeterminado na …