Página Inicial / Bahia / Bahia: Prefeito é acusado de apontar arma para vereadores durante apuração de denúncia em escola

Bahia: Prefeito é acusado de apontar arma para vereadores durante apuração de denúncia em escola

Dois vereadores de Itatim, na Bahia acusam o prefeito Gilmar Tingão (PSB) de ameaçá-los com uma arma durante uma inspeção à escola municipal Geraldo Pereira Nogueira, na manhã quarta-feira (14).

O presidente da Câmara, Nadson Andrade (PTB) e José Machado (PMDB) estariam apurando a denúncia de estudantes quando foram abordados pelo prefeito. “Os alunos denunciaram que a merenda estava com péssima qualidade e que as fossas estavam cheias. Quando estávamos conversando com a diretora da escola, o prefeito chegou agitado com uma arma e ameaçou dar um tiro na cara dos vereadores”, denunciou Nadson, em entrevista ao Bahia Notícias.

Segundo o gestor da Câmara, os cerca de 600 alunos da unidade escolar começaram a correr e, além da ameaça, Tingão teria dado “tapas no rosto dos dois vereadores”. De acordo com o vereador, a promotoria local recomendou que fosse feito um exame de corpo delito, o que deve acontecer apenas em Itaberaba, onde fica a sede regional do Departamento de Polícia Técnica.

Tingão é ex-delegado do município e o episódio denunciado pelos vereadores aconteceu na escola que homenageia o pai do prefeito. O prefeito declarou que dois vereadores tramavam colocar laxantes na merenda de uma escola. Em nota enviada ao Bahia Notícias nesta quinta-feira (15), o gestor municipal disse que a atitude dos vereadores Nadson Andrade (PTB) e José Machado (PMDB) foi “covarde e criminosa”.

Sobre Reginaldo Spínola

Postagem em destaque

Após expulsar funcionários de fazenda invadida, supostos índios são detidos pela polícia por furto de animal

Um princípio de conflito se formou na manhã de ontem, quinta-feira (19), entre supostos índios, …