Página Inicial / Brasil / Brasil: Alunos recebem kit com cenouras para Páscoa e fato vira polêmica

Brasil: Alunos recebem kit com cenouras para Páscoa e fato vira polêmica

Na semana que antecede o Domingo de Páscoa, a Secretaria Municipal de Educação (SME) de Duque de Caxias, na Baixada Fluminense, decidiu presentear os alunos da rede pública de ensino da cidade. No entanto, os tradicionais ovos e bombons de chocolate foram trocados por uma opção saudável: cada criança recebeu um kit com cenouras e uma receita de bolo. O brinde não foi bem aceito e, nas redes sociais, pais e familiares criticaram a medida.

No kit “Páscoa com alimentação saudável”, cada criança recebeu um pacote com algumas cenouras e uma sugestão de receita para bolo de Páscoa impressa e entregue junto com as raízes. Em um documento enviado aos diretores de escolas municipais, a coordenadora de alimentação escolar, da SME, Ana Lucia de Almeida, explica o projeto:

“Prezado diretor. Cumprimentando-o, encaminhamos para que seja implementado nas unidades escolares o projeto ‘Páscoa com alimentação saudável’, onde nessa ação cada aluno deverá receber, simbolizando a páscoa, um kit de cenoura acompanhado de uma receita de bolo (anexo) para ser confeccionado pelas famílias”, diz.

Segundo a coordenadora, o município recebeu uma quantidade maior do que a “usual” de cenoura e, para evitar o desperdício, o alimento deveria ser entregue aos alunos.

“Esclarecemos que essa proposta foi construída em parceria com o Conselho de Alimentação Escolar tendo em vista o quantitativo de cenoura recebido nas unidades escolares divergente da per capita usual. Solicitamos que seja realizado o registro fotográfico desta ação e que seja encaminhado à CAESC por e-mail. Torna-se imprescindível o esclarecimento bem como a união de esforços a fim de que não haja desperdício de gêneros, uma vez que estes são para atendimento efetivo dos alunos”, diz no comunicado aos diretores.

A receita do bolo de cenoura entregue aos alunos leva poucos ingredientes: três xícaras de farinha de trigo, duas xícaras de açúcar, três colheres de fermento, três cenouras grandes — entregues no kit —, uma xícara de óleo e quatro ovos. O passo a passo ainda inclui o modo de preparo.

Nas redes sociais, pais e familiares de alunos não receberam bem a ideia da secretaria de Educação e do conselho de alimentação:

“Obrigado senhor prefeito Washington Reis, de Duque de Caxias, pelo ótimo presente que o senhor deu para nossas crianças que estudam na Escola Municipal Anton Dwovsak. Que o senhor seja ricamente abençoado por ter abençoado nossas crianças pelas três cenouras murchas para fazermos bolo de cenoura”, ironizou a familiar de uma das crianças.

Em nota, a Prefeitura de Duque de Caxias diz que o prefeito Washington Reis, após ter conhecimento da distribuição de cenouras pela secretaria municipal de Educação aos alunos da rede de ensino, procurou os responsáveis pela pasta em busca de explicações. A secretaria explicou que houve um erro no pedido de cenoura e que, por se tratar de um alimento perecível, a SME decidiu distribuir as raízes aos alunos, para evitar o desperdício.

“A Prefeitura ressalta que não compactua com desperdício, nem tolera o gasto desordenado e irresponsável de dinheiro público. Em nome do prefeito Washington Reis, a Prefeitura lamenta e pede desculpas ao povo de Duque de Caxias, em especial aos nossos 80 mil estudantes e suas famílias”, diz em nota. // Com informações do Extra

Sobre Reginaldo Spínola

Postagem em destaque

Bahia: Justiça suspende concurso da Prefeitura de Prado após suspeita de fraude

Após a Justiça determinar de forma liminar a suspensão do concurso de 2017, realizado pela …