Página Inicial / Brasil / Crianças encontram cavalo ‘enterrado’ vivo durante velório em SP; vídeo

Crianças encontram cavalo ‘enterrado’ vivo durante velório em SP; vídeo

Compartilhe em sua Rede Social

Um cavalo foi resgatado com vida de uma cova do Cemitério Jardim da Paz, em Guarujá, no litoral de São Paulo, após ter sido encontrado por crianças que participavam de um velório no local. Equipes do Corpo de Bombeiros precisaram utilizar um guindaste para retirar do local o animal, cujo peso estimado é de 600kg.

Em um vídeo, compartilhado em uma rede social, munícipes mostram parte do animal entre duas lajes, já dentro do buraco, no bairro Morrinhos, e sem se mexer por causa do espaço. Suspeita-se que ele tenha caído ali no sábado (14) por meio do vão que não estava tampado e nem possuía cerca para evitar qualquer tipo de acidentes. Assista:

Bombeiros da cidade tiveram apoio de uma equipe de Santos (SP) com uma viatura que possui acoplado um equipamento para erguer objetos. Segundo o tenente Carvalho, responsável pela ocorrência, a operação de resgate durou aproximadamente 40 minutos e, apesar da queda no espaço restrito, o cavalo estava aparentemente bem.

O tenente ainda informou que a cova onde cavalo caiu estava com água suja acumulada e não havia caixão. Moradores da região tentaram acionar o possível proprietário do animal, que estava sem qualquer identificação, mas ele não foi localizado durante os trabalhos. Assim que retirado, o cavalo correu para um matagal.

A Prefeitura de Guarujá, responsável por administrar o cemitério, informou que foi notificada do ocorrido e que equipes sinalizaram e cercaram buraco para evitar novos acidentes. A administração municipal não esclareceu se vai recolher o animal ou aplicar alguma sanção ao proprietário, quando ele for identificado formalmente. // G1

Sobre Reginaldo Spínola

Postagem em destaque

Cabeleireira simula sequestro e passa três dias com o amante que conheceu no Facebook

Compartilhe em sua Rede Social Alline foi encontrada no domingo (21) dizendo que foi vítima …