Página Inicial / Destaque / URGENTE: Indivíduo suspeito da morte cruel de Gabriel (Zói) morre em confronto com a PM em Itambé

URGENTE: Indivíduo suspeito da morte cruel de Gabriel (Zói) morre em confronto com a PM em Itambé

Daniel de Jesus Pacheco, de 19 anos, apontado como um dos suspeitos do homicídio de Gabriel de Jesus da Silva, vulgo (Zói), que foi assassinado de forma cruel na madrugada de segunda-feira, 07, em Itambé morreu em confronto com a PM, no fim da manhã de hoje, terça-feira (08), por volta de 11:50.

A polícia Militar recebeu a informação que Daniel estaria escondido em uma propriedade rural, às margens da BA-263, há 20 km de Itambé, sentido Itapetinga. Ao chegar ao local, os militares foram recebidos a tiros. Na resposta à injusta agressão, o criminoso foi baleado e socorrido pelos próprios policiais ao Hospital Cristo Redentor, em Itapetinga, porém não resistiu e veio a óbito ao dar entrada à unidade de saúde.

O revólver calibre 38 usado por Daniel para atirar nos militares foi apresentado na delegacia junto com seis munições do mesmo calibre, sendo três deflagradas. Há suspeitas de que o revólver pode ter sido usado em outros crimes contra a vida na cidade de Itambé. A arma será periciada pelo DPT.

Daniel era suspeito de participação na morte de Gabriel (Zói), morto com mais de quarenta facadas e pedradas, após o mesmo ser liberado de delegacia em Itapetinga, onde se encontrava custodiado sob suspeita de participação na tentativa de homicídio contra Antônio Marcos de Oliveira Coelho, de 41 anos, acontecido na noite do último sábado (05), no Bairro Felipe Achy. Ao lado do corpo, na cena do crime foi deixado um par de chinelos e um boné, que segundo a Polícia, pertenciam a Daniel.

Sobre Reginaldo Spínola

Postagem em destaque

Vendedora de rifas foi executada com 12 tiros em Feira de Santana

Uma mulher foi assassinada enquanto estava trabalhando vendendo rifas na cidade de Feira de Santana, …