Página Inicial / Brasil / Boatos sobre uma nova greve de caminhoneiros atemorizam a população

Boatos sobre uma nova greve de caminhoneiros atemorizam a população

Após a divulgação de áudios e vídeos em redes sociais sobre a possível retomada da greve dos caminhoneiros, o ministro da Segurança Pública Raul Jungmann afirmou que “não passam de meros boatos para criar um clima de preocupação”.  Os principais sindicatos do País também negaram a volta do movimento.

Nas mensagens que circularam principalmente pelo WhatsApp, homens que dizem ser caminhoneiros alertam sobre uma nova greve a partir deste domingo (3). “Não existe esta articulação para retomar a paralisação. Trata-se de um boato que inclusive vai ser investigado pela Polícia Federal”, declarou Jungmann, acrescentando que sempre pode haver manifestações pontuais, “mas nada sequer parecido com o que tivemos no movimento dos caminhoneiros [nos últimos dias]”.

O Palácio do Planalto produziu vídeos para redes sociais em que nega a notícia de que haverá novo movimento de paralisação dos caminhoneiros nos próximos dias.

O material diz que “caminhoneiros de verdade” voltaram ao trabalho com o acordo fechado com o governo e a suposta mobilização é organizada por radicais que “tentam botar medo nas pessoas espalhando mentiras por aí”.

A razão da nova paralisação, justificada nos áudios e vídeos na internet, seria um suposto veto do presidente Michel Temer (MDB) à redução de R$ 0,46 no preço do diesel. A medida, no entanto, já está em vigor, segundo o governo.

“Da nossa parte esse rumor não procede. Não estamos envolvidos em nenhuma nova paralisação”, afirmou a porta-voz da Associação Brasileira de Caminhoneiros (Abcam), Carolina Rangel, ao portal de notícias UOL.

Sobre Reginaldo Spínola

Postagem em destaque

Prefeitura de Anagé abre 136 vagas para Concurso

No estado da Bahia, a Prefeitura de Anagé, sob a responsabilidade da Planejar Consultoria e …