Página Inicial / Bahia / Ipiaú: Jovens encontrados mortos em pousadas eram irmãos e usaram seringas para injetarem substância letal

Ipiaú: Jovens encontrados mortos em pousadas eram irmãos e usaram seringas para injetarem substância letal

Após circular com rapidez pelas redes sociais a notícia do casal encontrado morto em uma pousada no centro da cidade de Ipiaú, familiares estiveram no local e identificaram o casal como sendo os irmãos Charles Alves de Figueiredo (42) e Taíze Alves de Figueiredo (36).

Além do impacto da notícia sobre a morte ou suicídio do casal, o mais estarrecedor é a descoberta de que os jovens na verdade eram irmãos. De acordo com informações obtidas no local, familiares informaram que Charles não residia na cidade há algum tempo e retornou para visitar os parentes. Na manhã desta segunda (11), ele saiu de casa em companhia de sua irmã e não informaram o destino.

Sendo na tarde desta terça os familiares surpreendidos com a trágica notícia da morte dos irmãos. Comentou-se que Charles estaria passando por problemas emocionais e de saúde nos últimos tempos, contudo, os motivos que teriam levado os irmãos até o local e a tirarem as próprias vidas (fato ainda a ser confirmado por perícia técnica) é um grande mistério.

No quarto onde estavam as vítimas, foram encontrados vários remédios de uso controlado e também seringas e agulhas. De acordo com informações do Delegado Titular de Ipiaú, o Dr. Rodrigo Fernando, os corpos de ambos apresentavam vários sinais de perfurações por agulha, porém sem sinais de violência física ou de arrombamento no quarto, o que induz a concluir que as vítimas cometeram suicídio.

A morte de Taíze, que era uma pessoa muito conhecida na cidade por fazer parte de uma entidade que tem por objetivo cuidar e proteger de animais abandonados nas ruas, chocou ainda mais por demonstrar ser alguém sempre se preocupada em cuidar da vida, sobretudo dos seres inocentes e indefesos, como as dezenas de gatos e cachorros por quem sempre se empenhava em campanhas em redes sociais para cuidá-los.

Em informações obtidas pelo Ipiaú Online, Taíze e Charles, faziam parte de uma família religiosa e chegaram a frequentar uma igreja evangélica tempos atrás, de onde estava afastados há algum tempo. Os corpos foram recolhidos pelo DPT de Jequié para serem necropciados. A tragédia chocou toda a cidade, sobretudo pela data comemorativa. // Blog do Marcelo

Sobre Reginaldo Spínola

Postagem em destaque

Sem nota fiscal, 13 mil litros de cerveja são apreendidos em Jequié

A mercadoria foi encaminhada para a Secretaria da Fazenda do Estado da Bahia (SEFAZ).   …