Página Inicial / Bahia / Vídeo: Jovem executado em ambulância era inocente e trabalhava na prefeitura de LEM

Vídeo: Jovem executado em ambulância era inocente e trabalhava na prefeitura de LEM

O jovem que foi executado dentro de uma ambulância na BR-242, no trecho urbano de Luis Eduardo Magalhães, Oeste Baiano, era coreógrafo e figurinista da Secretaria Municipal de Cultura.

Tiago Avelino, de 24 anos, estava sendo socorrido pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) quando foi assassinado. Minutos antes, tinha sido baleado durante uma ação da polícia que tinha um tio dele como alvo.

Segundo parentes do jovem, Tiago pegou uma carona com o tio, Francisco de Assis Dementino, de 29 anos, conhecido como “Francisquinho”, e o veículo em que estavam foi abordado por policiais civis e militares. Francisco era suspeito de tráfico de drogas e estava com um mandado de prisão em aberto, mas a família conta que Tiago era inocente.

A operação, das polícias Civil e Militar, foi montada para prender Francisco, e a polícia informou que ele reagiu à abordagem quando foi localizado pelos agentes passando de carro, com o sobrinho, pelo bairro Santa Cruz.

Francisco teria atirado contra os policiais, que revidaram. No confronto, ele e o sobrinho Tiago foram atingidos. Um policial militar, Joelson dos Santos Menezes, de 32 anos, também acabou sendo baleado. Francisco morreu ainda no local.

Já o policial Joelson e Tiago, atingido nas costas e nas pernas durante o confronto, foram levados, inicialmente, para uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA) da cidade e, em seguida, seriam encaminhados para o Hospital do Oeste.

A Polícia Civil informou que as duas ambulâncias que levavam o PM baleado e o coreógrafo da UPA para o hospital se deslocaram ao mesmo tempo em direção à unidade médica.

Mas um carro com homens encapuzados cercou a ambulância em que Tiago estava e os suspeitos assassinaram o rapaz. “Isso não foi ato das polícias. Foi um ato isolado. Ele [Tiago] estava baleado e sendo encaminhado para o HO [Hospital do Oeste] e homens encapuzados interceptaram a ambulância e efetuaram vários disparos nele, dentro da ambulância. Uma situação complicada”, destacou o delegado Rivaldo Cruz, que investiga o caso. // Com informações do G1

Sobre Reginaldo Spínola

Postagem em destaque

Ativista LGBT assassinado a facadas em Itororó é enterrado

O ativista LGBT Marcos Cruz Santana, de 40 anos, que foi assassinado a facadas, na …