Página Inicial / Bahia / Professores de Guanambi entram em greve e mais de 11 mil estudantes ficam sem aulas

Professores de Guanambi entram em greve e mais de 11 mil estudantes ficam sem aulas

Compartilhe em sua Rede Social

Os professores da rede municipal de ensino de Guanambi, no sudoeste da Bahia, entraram em greve nesta semana. A categoria reivindica reajuste salarial de 6,81%.

A greve começou na segunda-feira (23), após decisão tomada durante assembleia realizada no dia 13 de julho, na Câmara de Vereadores de Guanambi.

Nesta quarta-feira (25), a categoria voltou a se reunir com a prefeitura, mas não houve acordo. Não há previsão para o término da greve.

A rede municipal de ensino de Guanambi possui 35 escolas e cerca de 500 professores. No total, 11.665 estudantes estão sem aulas.

Em nota, a prefeitura informou que há intenção de conceder o reajuste, mas que não há como, devido a falta de recursos do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e Valorização dos Profissionais de Educação (Fundeb).

Segundo a administração, o repasse do Fundeb já é todo direcionado ao pagamento dos salários dos professores, necessitando ainda de uma complementação, que já atingiu um déficit de mais de R$ 2,5 milhões no ano passado.

Segundo o G1, a gestão informou ainda que se for concedido o reajuste, o déficit saltará para mais de R$ 7 milhões de reais anuais, gerando colapso das contas municipais e comprometendo o funcionamento de diversos programas, ações e obras de diversas secretarias, cujo orçamento teria de ser remanejado para arcar com os proventos dos educadores.

Sobre Reginaldo Spínola

Postagem em destaque

Tiroteio em bar termina com dois mortos e um ferido no centro de Barra do Choça

Compartilhe em sua Rede Social Dois jovens identificados como Carlos Augusto Bomfim de Campos, de …