Página Inicial / Bahia / Teixeira de Freitas: prefeito é acionado na Justiça pela prática de nepotismo

Teixeira de Freitas: prefeito é acionado na Justiça pela prática de nepotismo

Compartilhe em sua Rede Social

O prefeito de Teixeira de Freitas, Temóteo Alves de Brito, se tornou alvo de uma ação civil pública por prática de nepotismo. O promotor de Justiça George Elias Pereira, autor da ação, pede que a Justiça conceda medida liminar para que sejam suspensas as nomeações de nove servidores que possuem parentesco com agentes públicos no município.

De acordo com o Ministério Público do Estado da Bahia (MP-BA), as irregularidades estão nas contratações de Luciana Strauch Fonseca, esposa do procurador-geral do Município; o secretário municipal de Finanças Paulo Sérgio Brito Saliba, sobrinho do prefeito, e sua esposa Simone Wildemberg; Elina Grasielle Souza, esposa do vereador Arnaldo Ribeiro Júnior; Ronaldo Cordeiro Filho, filho do vereador Ronaldo Alves Cordeiro; Bruno Barbosa, filho do vereador Agnaldo Teixeira; Daniella Afonso, filha do vereador Valci Vieira; Sônia Maria Coelho, cunhada do prefeito; e Nadja Hollanda, esposa do procurador adjunto Ivan Hollanda Farias.

Segundo o promotor de Justiça, as nomeações praticadas pelo prefeito afrontam a Constituição Federal, a Súmula Vinculante nº 13 do Supremo Tribunal Federal e a Lei Municipal nº 363/2005. George Elias Pereira explica na ação que o Ministério Público tentou solucionar a questão de forma extrajudicial, por meio de recomendação, proposta de Termo de Ajustamento de Conduta e três reuniões com procuradores do Município, mas o prefeito Temoteo Alves de Brito não acatou as proposições, “deixando bastante evidente a sua deliberada intenção em não apenas manter a ilegalidade das nomeações, mas continuar com o desenvolvimento reiterado da prática ilícita”.

O MP requer na ação que seja declarada a nulidade de todos os decretos e atos administrativos dos servidores nomeados ilegalmente.

Sobre Reginaldo Spínola

Postagem em destaque

Em frente ao Fórum de Encruzilhada, professores de Ribeirão do Largo cobram cumprimento de Liminar favorável desde 2017

Compartilhe em sua Rede Social  Segundo a diretoria do sindicato eles estão em busca da …