Página Inicial / Brasil / Horror: Policial mata ex-companheira e o filho com tiros na cabeça e comete suicídio. VÍDEO

Horror: Policial mata ex-companheira e o filho com tiros na cabeça e comete suicídio. VÍDEO

Compartilhe em sua Rede Social

O cabo PM, lotado em Itajaí e estava em processo de exclusão da Polícia Militar…

 

O policial militar Delmar Camargo, 45, matou a tiros a ex-companheira, o filho e tirou a própria vida na noite dessa sexta-feira (28), informou a corporação. O crime ocorreu no apartamento em que moravam Elenir Teresa Ottowicz, de 42 anos, e Davi Ottowicz Camargo, de 3 anos, no bairro Tabuleiro, em Camboriú/SC, no Litoral Norte, por volta das 23h.

Camargo era cabo, lotado em Itajaí e estava em processo de exclusão da Polícia Militar, informou o tenente Tiago Ghilardi, do 12ª Batalhão da PM.

O casal estaria separado há cerca de seis meses. Na noite dessa sexta, Camargo foi ao apartamento da ex-companheira para buscar o filho, com um buquê de rosas. No local, familiares da mulher faziam um churrasco. Camargo chegou a participar, mas como insistiu em reatar o relacionamento e diante das negativas dela, acabou sendo colocado para fora.

Exaltado, ele deu dois tiros na porta, invadiu o apartamento, deu uma coronhada na cabeça da ex e atirou duas vezes na cabeça dela. Depois, foi ao quarto de Davi e atirou na cabeça dele também. Na sequência, o policial se matou.

As mortes ocorreram na frente da mãe, da irmã, de um sobrinho e de outro filho de Elenir, de 9 anos. À NSC TV, familiares da mulher disseram que os casos de violência doméstica eram recorrentes e que já tinham feito boletins de ocorrência contra o policial.

A PM disse que vai ser instaurado um Inquérito Policial Militar (IPM) para apurar o caso. O G1 não conseguiu falar com a Polícia Civil.
G1

Sobre Reginaldo Spínola

Postagem em destaque

MP afasta vereadores de Itapé suspeitos de usar dinheiro público para comprar gado

Compartilhe em sua Rede Social  Ministério Público da Bahia (MP-BA) realizou ação de busca na …