Página Inicial / Brasil / Casal de médicos e três filhos são as vítimas fatais do desastre com avião em Minas

Casal de médicos e três filhos são as vítimas fatais do desastre com avião em Minas

Compartilhe em sua Rede Social

 

As vítimas são os médicos Marcos Nogueira Chagas, 45 anos, e Carla Giannine Pereira Medina, 44. Os filhos deles, que também morreram com a queda, tinham 7, 10 e 13 anos…

 

Cinco moradores do Distrito Federal, sendo três crianças, morreram após a queda de um avião monomotor, em Patos de Minas (MG), na manhã de domingo (4/11). O município fica a cerca de 430km de Brasília.

De acordo com o Corpo de Bombeiros Militar da região do Alto Parnaíba, os adultos são os médicos Marcos Nogueira Chagas, 45 anos, e Carla Giannine Pereira Medina, 44. Os filhos deles, que também morreram com a queda, tinham 7, 10 e 13 anos. Marcos e Carla eram radiologistas da rede pública do DF.

WhatsApp Image 2018-11-04 at 17.39.41

Os corpos das vítimas foram levados para o Instituto Médico Legal (IML) de Patos de Minas e os pertences recolhidos pela perícia. O avião particular caiu quando Marcos, que pilotava a aeronave, tentava aterrissar. Eles voltavam de Varginha (MG), onde moram parentes do médico, com destino a Brasília.

Os bombeiros foram acionados por volta das 10h30. O avião estava há cerca de 1km do aeroporto de Patos de Minas. Quando os militares chegaram, as vítimas já estavam sem vida, em meio às ferragens da aeronave.

Os corpos foram identificados pela Perícia Técnica da Polícia Civil de Minas Gerais. Parentes de Marcos estão a caminho de Patos de Minas para concluir o processo de reconhecimento.

Operação de resgate

O chefe das operações de resgate na área da 4ª Companhia Independente de Bombeiros, tenente José Inivaldo de Queiroz Silva, conversou com o Metrópoles. Segundo ele, atuaram na operação oito bombeiros, policiais civis e militares.

“Quando chegamos, não havia ninguém vivo. Os corpos estavam presos às ferragens. Não teve incêndio, mas todos estavam muito machucados”, afirmou.

A partir de agora, investigadores do Terceiro Serviço Regional de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Seripa 3), órgão regional do Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Cenipa), realizarão a Ação Inicial da ocorrência envolvendo a aeronave de matrícula PR-ZMZ.

A ação é o começo do processo de investigação e tem o objetivo de coletar dados: fotografar cenas, retirar partes da aeronave para análise, reunir documentos e ouvir relatos de pessoas que possam ter observado a sequência de eventos.

“A investigação realizada pelo Cenipa tem o objetivo de prevenir que novos acidentes com as mesmas características ocorram. A conclusão de qualquer investigação conduzida pelo Cenipa terá o menor prazo possível, dependendo sempre da complexidade do acidente”, informou a assessoria da Força Aérea Brasileira (FAB) por meio de nota.

Informações: Metrópoles

Sobre Reginaldo Spínola

Postagem em destaque

Jogador Itambeense é convocado pelo time do Vitória da Conquista para disputar o Baianão 2019

Compartilhe em sua Rede Social  Fagner irá se apresentar dia 17 de dezembro, juntamente com …