Página Inicial / Noticias / Cobras assustam moradores de Catolezinho; Marinaldo diz que é responsabilidade da prefeitura

Cobras assustam moradores de Catolezinho; Marinaldo diz que é responsabilidade da prefeitura

Compartilhe em sua Rede Social

 

A população do distrito de Catolezinho, pertencente ao município de Itambé está revoltada com o abandono da administração municipal, com aquela comunidade.

Como se fosse pouco a precariedade nos serviços básicos oferecidos aos moradores de Catolezinho, agora, eles estão apreensivos com o aparecimento de cobras nas ruas e até mesmo dentro de casa.

A situação foi relatada por moradores em vários grupos de Whatsapp nesta segunda-feira (14) e, também, pelo vereador representante do distrito, Marinaldo de Jesus, que em contato com o Blog Itambé Agora afirmou ter um requerimento de sua autoria, aprovado na Câmara de Vereadores, pedindo ao prefeito a disponibilidade de um funcionário para zelar pelo campo de futebol e o seu entorno, local onde o mato tomou conta atraindo os bichos peçonhentos para perto das residências levando perigo de picadas às famílias, principalmente às crianças.

Como o prefeito não atendeu a esse pedido, o resultado é esse, transtornos e perigo de incidentes para a população.

Outro fato que o vereador relatou ao blog foi a paralisação dos garis por falta de pagamento do salário de dezembro de 2018. Segundo Marinaldo, o recolhimento do lixo é feita por dois garis, por três vezes por semana, em regime de contrato com a prefeitura, e um caminhão caçamba alugado com o município. Sem o devido salário quitado, os garis cruzaram os braços e só voltam após a regularização.

De acordo o vereador, nesta segunda-feira, a coleta foi feita pelo administrador local e seu assistente, que não mediram esforços e percorreram todo o distrito pegando o lixo.

Marinaldo classifica a situação do distrito como um caos administrativo.

Sobre Reginaldo Spínola

Postagem em destaque

Declarado inconstitucional decreto municipal de Guanambi que entregou chave da cidade a ‘Deus’

Compartilhe em sua Rede Social  Em decisão unânime entre os desembargadores do Tribunal de Justiça, …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.