Página Inicial / Noticias / Itambé: População está pavorosa com aparecimento de cobras venenosas e escorpiões na cidade

Itambé: População está pavorosa com aparecimento de cobras venenosas e escorpiões na cidade

Compartilhe em sua Rede Social

 

A população de Itambé está pavorosa com o aparecimento de cobras venenosas e escorpiões nos quatro cantos da cidade. São inúmeros relatos que aparecem nos grupos de Whatsapp diariamente, com pedidos de providência das autoridades competentes.

Somente na noite de ontem, quinta-feira (24), pelo menos três registros de cobras foram relatados em grupos de whatsApp – na Rua Noil Lima (centro) e, também, na Avenida Cinquentenário, onde muitas pessoas fazem caminhada a partir do fim da tarde.

O que chama atenção, é que a grande maioria das cobras capturadas e mortas em pleno perímetro urbano são cascavéis e corais adultas, classe extremamente perigosa. Em relação aos escorpiões, há vários casos de incidentes com esse bicho peçonhento registrados no hospital local. Nenhum caso de óbito foi informado.

O temor da população é quanto à segurança das crianças, que nesse período de férias brincam na rua e quintal para preencher o tempo.

Com as últimas chuvas no mês de dezembro o mato cresceu muito nas margens do Rio Verruga até nas proximidades das casas, ocasionando o aparecimento de cobras.

Nos bairros Durvalina Andrade e Jardim Vitória, situados às margens da BA-263, onde quase a totalidade das ruas não são pavimentadas e, também, não recebem manutenção da prefeitura, o mato e esgoto a céu aberto favorece a migração de cobras e escorpiões para a localidade.

Enquanto as autoridades não tomam providências, só resta para a população continuar reclamando e pedindo a Deus proteção.

Sobre Reginaldo Spínola

Postagem em destaque

Declarado inconstitucional decreto municipal de Guanambi que entregou chave da cidade a ‘Deus’

Compartilhe em sua Rede Social  Em decisão unânime entre os desembargadores do Tribunal de Justiça, …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.