Página Inicial / Bahia / Itororó: Policia desvenda caso e prende acusado de matar adolescente grávida por vingança

Itororó: Policia desvenda caso e prende acusado de matar adolescente grávida por vingança

Compartilhe em sua Rede Social

 

.

A polícia militar e civil de Itororó, sob a coordenação do delegado titular de Itororó Dr. Frank Nogueira, prendeu na noite desta quarta-feira, 22, Dielson França dos Santos acusado de ter matado a jovem Keliane Silva de Oliveira de 13 anos, grávida e que teve a ossada encontrada às margens da BA 263, próximo ao antigo matadouro municipal de Itororó e identificada 15 dias após seu sumiço de uma residência no distrito de Bandeira do Colônia.

Ao confessar que matou a jovem, Dielson afirmou que conviveu durante um tempo com a mãe de Kely e que isso trouxe vários transtornos para sua vida. Dielson chegou a ser preso por agredir a mãe da jovem, foi enquadrado na Lei Maria da Penha e, após ser solto, decidiu que se vingaria. Então, na noite do dia 28 de novembro de 2018 ao perceber que Kely chegava em casa Dielson a abordou na porta, a levou para próximo do local onde o corpo dela foi localizado e acabou por enforcar a gestante de 3 meses. Dielson era suspeito do crime por já ter feito ameaças a vítima e por isso a polícia civil e o agente civil Kleber Silva seguiram investigando o homem.

A ossada de Kely foi localizado por um trabalhador rural e foi identificada após 10h ininterruptas de trabalho do perito técnico Elson Gonçalves que conseguiu identificar a ossada de Keliane Silva Oliveira pelo exame de papiloscopia. Usando a técnica de reidratação da pele o perito conseguiu, após solicitar a ficha ao CIPAPI-SSA da possível vítima, positivar o caso pelo dedo “mindinho”. Um trabalho que parecia impossível, mas, com muita dedicação, foi recompensado com a identificação.

O trabalho do DPT foi fundamental para que a identificação da jovem fosse feita com agilidade.

Dielson segue a disposição da Justiça e poderá responder pelo crime de feminicídio, quando é “o assassinato de uma mulher cometido por razões da condição de sexo feminino”, isto é, quando o crime envolve: “violência doméstica e familiar e/ou menosprezo ou discriminação à condição de mulher”.

Informações do Blog Itororó Já

Sobre Reginaldo Spínola

Postagem em destaque

Secretaria de Educação da Bahia abre 41 vagas em concurso; salário de até R$ 2.814

Compartilhe em sua Rede Social  A Secretaria da Educação do Estado da Bahia (SEC – …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.