Página Inicial / Brasil / VÍDEO: Chacina deixa 4 mortos e 13 feridos no Rio de Janeiro; áudio relata desespero

VÍDEO: Chacina deixa 4 mortos e 13 feridos no Rio de Janeiro; áudio relata desespero

Compartilhe em sua Rede Social

 

Quatro pessoas morreram e 13 ficaram feridas durante um tiroteio em Belford Roxo, na Baixada Fluminense, na noite deste sábado (29).

Segundo informações do 39º Batalhão da PM, as vítimas estavam em um bar no bairro Vila Daguimar quando homens armados chegaram, por volta das 21h, em um carro branco e efetuaram vários disparos.

De acordo com o Corpo de Bombeiros, 2 homens e 2 mulheres morreram no local. Entre os mortos está o músico Jorge Vitor, percussionista da Banda Nosso Grupo, que se apresentava no local. Nas redes sociais, amigos e fãs do músico lamentaram a morte. “Aos familiares e amigos, desejo que nesse momento difícil, Deus, venha confortar os corações de todos”.

Um áudio (ouça no vídeo abaixo) mostra o desespero de uma das pessoas que estava no local. “Eles estão em uma HRV branca, mano, balearam um montão de gente aqui no Peixe. A viatura é prioridade, tem gente baleada aqui, a mina tá viva aqui. Baleada a mina do Balrog, mano. Os cara (sic) tá tudo de fuzil, quase pegaram nós aqui, mano”, disse um homem ao pedir socorro.

Segundo a polícia, Balrog, a quem o áudio se refere, é um miliciano da comunidade Nova Aurora que está sendo investigado pela Divisão de Homicídios da Baixada Fluminense. A polícia investiga se havia milicianos no bar na hora dos disparos.

Ainda segundo a Polícia Militar, testemunhas informaram no local que homens encapuzados e armados desceram de um carro e fizeram disparos contra o estabelecimento. Após os tiros, eles teriam fugido em direção à comunidade Posto 13.

O caso é investigado pela Delegacia de Homicídios de Niterói e São Gonçalo (DHNSG).

G1

Sobre Reginaldo Spínola

Postagem em destaque

Policial do Bope tem mal súbito e morre horas após descobrir que seria pai

Compartilhe em sua Rede Social  O policial militar do Bope, Leonardo Garces morreu, na tarde …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.