Início Noticias Reflexão

Reflexão

Por Reginaldo Spínola
11 Comentários
A greve dos professores da rede estadual de ensino pode estar chegando ao fim em Itambé. Por conta disso, vai uma frase do grande educador Paulo Freire para que os nossos professores possam refletir:

“Ai daqueles que pararem com sua capacidade de sonhar, de invejar sua
coragem de anunciar e denunciar. Ai daqueles que, em lugar de visitar de
vez em quando o amanhã pelo profundo engajamento com o hoje, com o aqui
e o agora, se atrelarem a um passado de exploração e de rotina”.
Itambeagora@gmail.com
11 Comentários
0

11 Comentários

Anônimo 13 de junho de 2012 - 00:18

EDUARDO ACORDA… ESSE PREFEITO ESTÁ CONTRA VC EM ANO POLÍTICO ELE ENVIAR ESSA EMENDA CONTRA OS PROFESSORES, NÃO ENTENDIR ,É CAVAR A PROPRIA SEPULTURA!

Anônimo 12 de junho de 2012 - 21:17

Luis poe uma materia sobre isto ai no blog.
Faz enquete.

Anônimo 12 de junho de 2012 - 21:16

Que seu grupo com maioria dos vereadores tem demonstrado que não respeita o povo.
Mas estaremos ai com a APLB novamente na luta.
Viva Lucas e Alecciene , esta sim brigam pelos trabalhadores da educação de Itambé.
Estaremos juntos com eles.

Anônimo 12 de junho de 2012 - 17:45

greve, pode ter certeza.
.

Anônimo 12 de junho de 2012 - 01:18

O prefeito da nossa cidade, enviou um projeto para câmara de vereadores, querendo que as gratificações por mudanças de nível sejam retiradas do salário base.
Professores o que vocês acha disso?

Luiz Pedro Passos 5 de junho de 2012 - 23:08

O semestre nas universidades estaduais também foi comprometido. No entanto, naquele momento, as pessoas que fazem a educação superior na Bahia entenderam que era preciso chamar a atenção da população para a qualidade do ensino público.

Estou acompanhando de perto os rumos da greve em Conquista, entrevistei os líderes do movimento algumas vezes, e não vejo irresponsabilidade neste ato de luta por direitos. E eles, aqui, estão sendo apoiados pelos professores da UESB, pelos professores da UFBA, que também está em greve, e pelos alunos da rede estadual.

Não sei quais os outros pontos de pauta da greve em Itambé, mas sei que em Conquista existem demandas especificas que estão sendo discutidas pela categoria.

Caros, todas as vezes que os seus direitos forem roubados, lute!.

Anônimo 5 de junho de 2012 - 22:07

NÃO SOU CONTRA A GREVE,SOU CONTRA A FORMA QUE A EDUCAÇÃO ESTA SENDO CONDUZIDA PELOS PROFESSORES.
TODOS NOS SABEMOS QUE O ANO LETIVO ESTA COMPROMETIDO E QUE A CARGA HORARIA EXAUSTIVA COMO FOI SUPRAMENCIONADA NÃO IMPEDIU SUA EDUCAÇÃO, ENTÃO O QUE MUDOU FOI O COMPROMISSO EDUCACIONAL QUE JÁ NÃO É MAIS O MESMO.
ENQUANTO A SUA PERGUNTO.
ITAMBÉ TEM EU E VOCÊ, MORADORES QUE TEMOS OBRIGAÇÃO DE LUTAR POR DIAS MELHORES, QUE SÓ PODERÃO VIM QUANDO OS PROFESSORES ENTENDEREM A AÇÃO EDUCACIONAL NÃO PODE SE SIMPLESMENTE PARALISADA POR JULGAR SALÁRIOS INSUFICIENTES.

Anônimo 5 de junho de 2012 - 21:18

ITAMBÉ HOJE TEM TUDO O QUE FOI DIVULGADO NESTE BLOG POR TANTAS VEZES, FAZ NECESSÁRIO RECORDAR NA MEMÓRIA DAS PESSOAS… E MUITO BEM DIVULGADO AQUI!!!! ITAMBÉ AGORA. SE EU TIVER FALANDO ALGUMA MENTIRA PEÇO AOS INÚMEROS SEGUIDORES DESTE BLOG QUE VISUALIZEM AS MATÉRIAS QUE FORAM POSTADAS SOBRE A CIDADE DE ITAMBÉ.

Luiz Pedro Passos 5 de junho de 2012 - 23:11

Mais uma prova de que o blog é um espaço aberto, livre e democrático. Itambé tem isso que foi divulgado. E precisa de tudo o que o blog está mostrando, seja nas postagens ou comentários dos populares.

Abraços!!!

Anônimo 5 de junho de 2012 - 13:09

Engraçado… será porque os professores não fazem greve para terem uma capacitação de qualidade?
é isso que esta faltando no ensino da Bahia , Porque salário bom todos tem.

é muito fácil viver no comodismo, difícil é romper as barreiras do capitalismo e proporcionar empoderamento aos educandos.

Luiz Pedro Passos 5 de junho de 2012 - 16:14

Caro(a), não gostou muito de participar dos comentários quando não sou mencionado, mas neste caso faço questão de quebrar a regra (rs). A questão salarial é apenas a ponta do iceberg, chamado má qualidade da educação pública brasileira.

Os professores brasileiros ganham mal, por vários motivos, pela carga horária exaustiva de aulas, pelo acumulo de trabalho, pelo estresse que adquirem nas salas de aula, pelos traumas, transtornos e, sobretudo, por serem eles os responsáveis por um futuro melhor, por um país com mais oportunidades. O Brasil não será plenamente desenvolvido se não investir pesado na educação. Alguns passos já foram dados, podemos citar inúmeras ações positivas postas em prática no país pelo governo federal, especialmente, nestes últimos anos, mas ainda há muito por fazer.

E quando digo muito por fazer não estou querendo jogar a responsabilidade para os governantes. Estou querendo chamar a atenção de todos os cidadãos que nós precisamos levantar esta bandeira de luta. Exigir uma melhor estrutura física, pedagógica nas nossas escolas. Que bom você falou em capacitação, uma palavra tão bonita, um bem tão precioso para a formação das pessoas, e que é desprezada por muitos municípios. Cidades que negam o transporte para os universitários, por exemplo, não gostam de capacitação. E acredito que universitários, a massa crítica da sociedade, que aceita isso passivamente, não estão suficientemente capacitado como cidadãos.

Por último, empoderar os nossos educandos passa por fazê-los homens e mulheres de espirito crítico, cientes dos seus papeis na sociedade, indivíduos corajosos que vão de encontro a imposições. Sair de um greve, uma luta garantida pela constituição, por acreditar que, de imediato, este movimenta prejudica o ano letivo dos alunos, é viver no comodismo, é um ato que deseduca os demais cidadãos e que fortalece a opressão e a exploração presentes no capitalismo.

Nas Universidades estaduais, a greve realizada no ano passado durou três meses. Os professores foram até o fim, apoiados pelos alunos, e ao final tiveram muitas das suas reivindicações acatadas pelo governo.

Pra encerrar, diante de tudo isso, pergunto: o que acontece com Itambé?

Comentários estão fechados.

mais Postagens interessantes

Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site. Ao clicar em "aceitar" assumiremos que você concorda com o uso que fazemos dos cookies. Concordo Clique AQUI e tenha mais informações

Política de Privacidade