Início Noticias IGAPORÃ: DELEGADO ACUMULA TRÊS FUNÇÕES NO MUNICÍPIO, QUE ESTÁ SEM CADEIA HÁ CINCO ANOS

IGAPORÃ: DELEGADO ACUMULA TRÊS FUNÇÕES NO MUNICÍPIO, QUE ESTÁ SEM CADEIA HÁ CINCO ANOS

Por Reginaldo Spínola
A cidade de Igaporã, que fica situada entre os municípios de
Guanambi e Caetité, no sudoeste baiano, teve a cadeia interditada pela justiça
há cinco anos e, desde então, o local não funciona. Com pouco mais de 23 mil
habitantes, a cidade é carente de maior efetivo no que se refere à segurança.

O delegado Clécio Magalhães, que é lotado na 22ª
Coordenadoria de Polícia do Interior (Coorpin), em Guanambi, também é titular
da delegacia de Tanque Novo e plantonista nos municípios de Igaporã e Matina.
Por telefone, em entrevista o delegado falou sobre as condições de trabalho em
Igaporã. “A justiça interditou a cadeia acerca de cinco anos, pois a mesma não
tinha condições de abrigar os presos. Na época, o Estado ficou de alugar uma
casa onde funcionaria a parte administrativa da delegacia, o que não aconteceu.
Até hoje o local está em estado precário; tem apenas duas salas e elas estão
deterioradas.
Em Igaporã, eu sou delegado, escrivão e agente ao mesmo
tempo. Conto apenas com o apoio de outro agente e com um funcionário da
prefeitura”, declarou o delegado. Magalhães ainda informou que os presos da
cidade são encaminhados para Tanque Novo, a qual recebe os detentos dos três
municípios onde ele atua.
Brumado Noticias

Itambeagora@gmail.com

mais Postagens interessantes

Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site. Ao clicar em "aceitar" assumiremos que você concorda com o uso que fazemos dos cookies. Concordo Clique AQUI e tenha mais informações

Política de Privacidade