Início Noticias ISSO É UMA DESGRAÇA; MENINO DE 11 ANOS VIVE ACORRENTADO COMO CACHORRO NA CHINA

ISSO É UMA DESGRAÇA; MENINO DE 11 ANOS VIVE ACORRENTADO COMO CACHORRO NA CHINA

Por Reginaldo Spínola
Vida de He Zili é um retrato de como as pessoas com
problemas mentais são tratadas no país. Ele é apenas um menino de 11 anos, mas
vive como um cachorro. Essa é a triste história de He Zili, um garotinho que
vive acorrentado pela família na Província de Zhejiang, na China. Segundo
informações da agência de notícias Reuters, He Zili, de apenas 11 anos, vive com
a família em uma região rural de Zhejiang.

Sua vida é um retrato de como as pessoas com problemas
mentais são tratadas no país asiático. Em casa, o garotinho vive acorrentado a
um pilar.

Quando sai à rua, seu pai, que não quis revelar o nome,
acompanha o garoto como se ele fosse um cachorro: praticamente nu, ele é
arrastado por uma corrente. De acordo com a Reuters, He Zili machucou a cabeça
quando tinha apenas um ano de idade. Desde então, ele passou a apresentar
problemas em seu desenvolvimento cognitivo, Segundo a família, a única opção
encontrada para viver com o garoto foi acorrentá-lo.
Os pais alegam que o menino, quando fica solto, começa a
atacar as pessoas que estão ao seu redor, Dados do Centro Nacional de Saúde
Mental da China referentes a 2009 mostram que mais de 100 milhões de chineses
sofrem de problemas mentais no país. O que indica que 1 a cada 13 chineses
enfrenta esse problema.

Na Geral
Itambeagora@gmail.com

1 Comentário

Anônimo 4 de dezembro de 2013 - 23:27

Absurdo, é um desrespeito ao ser humano, como mãe de filha especial, digo que minha filha tem todo direito a liberdade, educação, tratamento, cuidados maiores, acompanhamento psiquiátrico e psicológico.O povo chinês necessita rever seus conceitos com relação aos problemas cognitivos e psicológicos da população.Povo de grande sabedoria, mas de coração cego e duro.

Comentários estão fechados.

mais Postagens interessantes

Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site. Ao clicar em "aceitar" assumiremos que você concorda com o uso que fazemos dos cookies. Concordo Clique AQUI e tenha mais informações

Política de Privacidade