Início Noticias Professores da Bahia têm o 2º pior salário do país, diz levantamento

Professores da Bahia têm o 2º pior salário do país, diz levantamento

Por Reginaldo Spínola
Os professores das redes
estaduais e do Distrito Federal ganham, em média, R$ 16,95 por cada 60 minutos
de trabalho. E de acordo com o levantamento feito pelo G1 em todo o país, os
funcionários da rede pública baiana ganham ainda menos: R$ 12,04 por hora em
sala de aula ou na preparação de atividades, provas e relatórios.
O estudo foi feito entre abril e
junho de 2015, e considerou a carga horária de 40 horas semanais – apesar de em
alguns estados, como a Bahia, a jornada padrão variar. O salário-base médio no
país é de R$ 2.711,48 para professores com diploma de licenciatura no início da
carreira. Para os baianos, o valor médio é de R$ 1.925,96. Segundo o
levantamento, o maior salário pago é o de Mato Grosso do Sul, onde os com
licenciatura recebem R$ 3.994,25 por 40 horas. Já o com o menor pagamento é
Santa Catarina, em que os funcionários têm salário-base R$ 1.917,78. A Bahia é
o segundo pior, seguido por Ceará (1927,43) e Pará (1927,60).
O secretário de Articulação com
os Sistemas de Ensino do MEC, Binho Marques, disse ao G1 que o ministério deve
criar um fórum com participação do governo, sindicato e gestores para propor
melhorias à lei que define o piso salarial da categoria. A portaria deve ser
assinada nesta quinta-feira (25) pelo ministro da Educação, Renato Janine. G1
Compartilhe esse post com seus amigos

mais Postagens interessantes

Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site. Ao clicar em "aceitar" assumiremos que você concorda com o uso que fazemos dos cookies. Concordo Clique AQUI e tenha mais informações

Política de Privacidade