Início Noticias Aos dez anos, menina conta à polícia que pai a obrigava a assistir filmes pornográficos e reproduzir cenas.

Aos dez anos, menina conta à polícia que pai a obrigava a assistir filmes pornográficos e reproduzir cenas.

Por Reginaldo Spínola
Uma menina de dez anos contou em
detalhes como seu pai, de 33 anos, abusava sexualmente dela há três anos. Aos
psicólogos da Polícia do DF, a menina disse que o pai a obrigava a assistir
filmes pornôs para que depois os dois reproduzissem as cenas na vida real. Os
abusos aconteciam sempre que a mãe da menina saia de casa e a deixava sozinha
com o pai.
O caso só veio à tona porque o
homem tentou atacar a menina enquanto a esposa dormia, mas ela desconfiou e
conseguiu pegá-lo em flagrante. o delegado responsável pelo caso, Wisllei
Salomão, afirmou que o pai  também será
indiciado por coação, já que chegou a ameaçar mãe e filha.
— A mãe encontrou o pai em uma
atitude suspeita, flagrou ele dentro do quarto da filha, foi tirar satisfação
com ele sobre o que estava ocorrendo e ele acabou ameaçando agredir a mãe e, a
partir daí, a mãe conversou com a filha e ela narrou que os abusos estavam
ocorrendo há três anos.
O pai ameaçava a própria filha
para que ela não contasse a ninguém o que se passava dentro de sua casa.
Segundo a polícia, ele a ameaçava de morte e, quando ela se recusava a fazer
atos sexuais, ele a agredia fisicamente.
Um dos abusos chegou a ser
presenciado pela filha mais nova do casal. A menina tem cinco anos mas, segundo
a polícia, sua irmã contou que ela não chegou a ser abusada.
— O relato da criança, apesar da
timidez e do constrangimento dela, é muito detalhado. Ela conta com muita
propriedade os atos praticados e a reincidência desses atos. Ela dá muito
detalhe da violência sofrida. Reprodução/TV Record Brasília
Itambeagora@gmail.com
0 Comentário

Related Articles

Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site. Ao clicar em "aceitar" assumiremos que você concorda com o uso que fazemos dos cookies. Aceitar

Política de privacidade e cookies