Início Noticias Ato de vandalismo danifica redutor de velocidade recém-instalado em via pública

Ato de vandalismo danifica redutor de velocidade recém-instalado em via pública

Por Reginaldo Spínola
A falta de consciência de algumas
pessoas, sobre a importância dos redutores de velocidade nas ruas mais
perigosas de Itambé, que estão agindo com atos de vandalismo, está resultando na
destruição deste dispositivo, que foi recentemente instalado pela prefeitura para
evitar acidentes automobilísticos dentro da cidade.
Após a pavimentação asfáltica das
principais ruas de Itambé, se tornou necessária a instalação de redutores de
velocidade, principalmente para conter os motociclistas que transitam em
velocidade, resultando em vários acidentes, já registrados após a melhoria da
via pública. Só que a atitude de algumas pessoas, considerados vândalos, estão
tentando abris brechas nos redutores para continuarem trafegando em velocidade,
possivelmente com motos, trazendo de volta o perigo de colisão nestes locais
perigosos.

O redutor instalado na Rua
Firmino Gusmão, em frente a Escola Enoy Ferraz Trancoso, teve uma peça
arrancada – segundo informações com uma marreta. Em um outro instalado na Rua
São Melo, cruzamento com a Rua Dom Pedro, um dos locais mais perigosos da cidade, teve também uma peça parcialmente
danificada, possivelmente também, com o uso de uma marreta.
Esse benefício que busca a
preservação da vida deve ser fiscalizado e denunciado pela população, sempre
que flagrar qualquer ato de vandalismo que leve a destruição do patrimônio
público.
Itambeagora@gmail.com
2 Comentários

Related Articles

2 Comentários

Anônimo 7 de julho de 2015 - 15:40

é uma cambada de idiotas isto e para o bem destes burros

Rogaciano Nolasco 5 de julho de 2015 - 20:52

Esses que fazem isso são uns verdadeiros "espíritos de porcos", e como a reportagem falou é um dever de todos denunciar quem faz isso pois é um bem público, é meu, seu nosso. O mesmo aconteceu na pra Padre Juraci no Bairro Novo com as mesas e bancos colocado na praça e posteriormente quebrados. Nós como cidadoes não adianta cobrarmos do poder público sem também fazermos nossa parte denunciando.

Comentários estão fechados.

Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site. Ao clicar em "aceitar" assumiremos que você concorda com o uso que fazemos dos cookies. Aceitar

Política de privacidade e cookies