Início Noticias Com grave infecção de pele, menino de 5 anos diz: “mamãe, me deixa morrer”

Com grave infecção de pele, menino de 5 anos diz: “mamãe, me deixa morrer”

Por Reginaldo Spínola
Um menino de 5 anos que sofre de
eczema (inflamação na pele) desde os quatro meses e não consegue andar nem
dormir direito pediu à mãe que o deixasse morrer para que não precisasse passar
por todo esse sofrimento
De acordo com informações do site
DailyMail, a mãe, Dana Bishop, conta que não sabe mais o que fazer, porque já
tentou realizar todos os tratamentos disponíveis no sistema de saúde da
Inglaterra. “Fizemos até um tipo de quimioterapia, mas a doença dele é muito
forte”, contou ao site.

A pele dos pés e das pernas do
pequeno Morgan ficou tão fina que ele não pode mais andar, e precisa se
locomover por meio de uma “motinho”, para não encostar no chão. Além disso, ele
só frequenta a escola por metade do tempo normal e não consegue brincar com os
amiguinhos, conta a mãe
Dana teve de largar o emprego de
assistente social para poder cuidar do pequeno Morgan.  A mãe conta que o menino já implorou para
morrer, porque ele não aguenta viver assim. “Foi a pior coisa que já ouvi na
minha vida. Nenhuma mãe merece ouvir isso na vida”, afirmou.

Nos últimos oito meses, Morgan
ficou sem o eczema somente em quatro dias.  
Além do eczema, Morgan é alérgico a ovos, soja, nozes, batata e arroz. A
mãe afirma que tudo o que ele mais pede é que ela faça a coceira parar.  “Ele sempre me pede a “cura” de aniversário
ou de Natal. Isso acaba comigo, porque eu sei que é um desejo que eu não tenho
como realizar”, disse.

Itambeagora@gmail.com
3 Comentários

Related Articles

3 Comentários

Anônimo 17 de julho de 2015 - 01:08

Amém.

Anônimo 14 de julho de 2015 - 18:56

Eu profetizo em o nome do senhor Jesus Cristo a cura na vida desta criança

Anônimo 14 de julho de 2015 - 13:49

Muito triste?

Comentários estão fechados.

Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site. Ao clicar em "aceitar" assumiremos que você concorda com o uso que fazemos dos cookies. Aceitar

Política de privacidade e cookies