Início Noticias “Morte Súbita”: credores fazem rapa e Jair Lagoa fecha as portas

“Morte Súbita”: credores fazem rapa e Jair Lagoa fecha as portas

Por Reginaldo Spínola
A esperança de alguns clientes da
empresa Jair Lagoa, que fizeram consorcio “morte súbita”, parece esvair a cada
dia. Na tarde desta quarta-feira, 31, a situação ficou ainda pior. Um grupo de
pessoas, ao qual a empresa estaria devendo centenas de milhares de reais,
entrou nos estabelecimentos da empresa e fizeram um “rapa”. Todos os objetos,
utensílios, peças, produtos eletrônicos e de informática foram levados.
Testemunhas relataram que várias caminhonetes pararam em frente aos
estabelecimentos e foram carregadas.
Nem mesmo o depósito da Jair
Lagoa localizado no Centro Industrial foi poupado. Tudo foi carregado. Como
consequência, imediatamente após o ocorrido, os estabelecimentos foram fechados
e os funcionários se dispersaram.
Embora o proprietário da empresa
de consórcio e peças de motocicletas alegasse que honraria o compromisso com
seus clientes, era sabido por muitos que a situação era insustentável.
Como o fato ocorrido na tarde
desta sexta-feira, 31, é possível que a enxurrada de ações judiciais contra a
empresa se transforme em um “tsunami” de reclamações contra Jair Lagoa,
inclusive na Polícia Civil, onde o proprietário da empresa está sendo
investigado por suposta prática de estelionato.
Proprietário do ponto onde
funciona a loja retira a placa. Ele está há meses sem pagamento.
As possíveis vítimas e Jair Lagoa
já foram ouvidos e em breve o delegado titular da Delegacia de Repressão a
Furtos e Roubos – DRFR, Ney Brito, deve decidir pelo indiciamento ou não do
empresário. Blitz Conquista
Itambeagora@gmail.com
0 Comentário

Related Articles

Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site. Ao clicar em "aceitar" assumiremos que você concorda com o uso que fazemos dos cookies. Aceitar

Política de privacidade e cookies