Início Noticias Mundo: Garota com deformidade facial era conhecida como “rã humana” pela comunidade

Mundo: Garota com deformidade facial era conhecida como “rã humana” pela comunidade

Por Reginaldo Spínola
Wu Xiaoyan tinha um grave caso de
Displasia Fibrosa. Com apenas 22 anos, a chinesa possuía um tumor benigno que
ocupava 75% de seu rosto, esticando sua pele ao ponto de reduzir seu nariz. Seus olhos ficaram saltados e a
população local passou a chamá-la de menina-rã.
Mesmo com muitas visitas aos
médicos, a garota não respirava pelo nariz e perdeu completamente seu olfato.
Nem mesmo os fortes medicamentos conseguiram aliviar seu desconforto e dores
constantes.
Wu não era conhecida apenas pela
aparência diferente. Ela era um exemplo para muitas pessoas, pois nunca
reclamou de sua doença e se manteve forte, enfrentando as adversidades de
cabeça erguida.
De acordo com o portal Diário de
Biologia, “a displasia fibrosa é uma doença benigna e adquirida, no qual o
espaço medular normal do osso afetado é substituído por tecido fibroso. A
doença geralmente se manifesta na infância e adolescência, e se apresenta como
um achado incidental ou em pacientes assintomáticos ou com sintomas
inespecíficos, como dor e inchaço, sendo que o envolvimento do crânio pode
causar disfunção de nervos cranianos com deficiência visual, olfativa e
auditiva”. Por ser rara, a condição era
tratada com muito cuidado e desconhecimento, sem apresentar melhorias.
A condição não é hereditária e
não há uma cura conhecida pelo corpo médico. Wu ganhou os noticiários em 2010,
quando sua família implorava por US$ 30 mil dólares em doações, para uma
cirurgia facial.
Após anos de luta, eles
conseguiram o valor e, depois de 20 horas de procedimento cirúrgico para
remover o tumor, ela conseguiu ter um rosto mais próximo do normal. Fonte:
Diário de Biologia Foto: Reprodução / Diário de Biologia
Itambeagora@gmail.com
0 Comentário

Related Articles

Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site. Ao clicar em "aceitar" assumiremos que você concorda com o uso que fazemos dos cookies. Aceitar

Política de privacidade e cookies