Início Noticias Mãe e padrasto são acusados de matar e abrir corpo de criança

Mãe e padrasto são acusados de matar e abrir corpo de criança

Por Reginaldo Spínola
A polícia da Paraíba prendeu
quatro pessoas suspeitas de matar um menino, de cinco anos, na cidade de Sumé.
A vítima foi encontrada com sinais de perfuração na região do tórax e na
cabeça, de acordo com o ‘G1 PB’. Dois dos suspeitos são a mãe e o padrasto do
garoto.
Na noite do último domingo,
Everton saiu com sua irmã, no final da tarde, para casa de sua avó no Bairro
Várzea Redonda, quando no trajeto, eles se depararam com um homem alcoolizado,
que correu atrás das duas crianças. A menina conseguiu escapar, e entrou na
casa da avó.
Já Everton, não foi visto mais,
até a manhã desta terça-feira, quando foi encontrado brutalmente assassinado,
em uma vala, por trás da Escola Padre Paulo.
Segundo a polícia local, o menino
estava desaparecido desde domingo (11) e foi encontrado pelo padrasto Daniel
Ferreira dos Santos, na terça-feira (13) de manhã. Além dos cortes na região da
cabeça e do tórax, a criança teve seu pênis decepado.
Em uma das linhas de investigação
da polícia, a criança foi utilizada para ritual de magia negra, pois o padrasto
é praticante de bruxaria, segundo informou a mãe da vítima, Laudenice dos
Santos Siqueira, segundo o ‘R7’.
Inicialmente, a mãe do garoto afirmou
que o crime teria sido cometido pelo amigo do padrasto, por conta de um
desentendimento com a vítima. No entanto, a mulher contou, em seguida, que o
padrasto frequenta centros de magia negra.

A mãe teria dito, inicialmente,
que o crime teria sido cometido pelo amigo do padrasto, o qual teria um
desentendimento com a vítima. Fotos: Portal Cariri de Cá
Itambeagora@gmail.com
0 Comentário

Related Articles

Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site. Ao clicar em "aceitar" assumiremos que você concorda com o uso que fazemos dos cookies. Aceitar

Política de privacidade e cookies