Início Noticias Porcos são criados soltos nas ruas de Catolezinho; população reclama

Porcos são criados soltos nas ruas de Catolezinho; população reclama

Por Reginaldo Spínola
1 Comentário
Os moradores do Distrito de Catolezinho, pertencente ao
município de Itambé, convive com uma triste realidade, que significa um
retrocesso à saúde pública da localidade. Dezenas de porcos, diariamente são
soltos nas ruas do distrito, devido a hábito cultural e fonte de renda, já que
esses animais são criados para abate e consumo da própria população de
Catolezinho. Segundo informações passadas ao Itambeagora, na área urbana de
Catolezinho existem vários chiqueiros instalados nos quintais das residências e
os proprietários soltam os animais nas ruas durante o dia, levando risco de
doenças à população, através das fezes defecadas por onde passam, inclusive nas
proximidades das escolas e creche do distrito.
A criação de animais como galinhas, cavalos, porcos,
carneiros e outros, é proibida no perímetro urbano, sendo permitido somente em
áreas rurais, distante no mínimo 3 km da zona urbana. Esses animais podem
colocar em risco a saúde da comunidade, ocasionando doenças como dengue e leishmaniose
visceral, leptospirose, além de causar incômodo à população, como mau cheiro,
através das fezes e urina, água parada, barulho, etc.
A Vigilância Sanitária do município, responsável pela
fiscalização e controle dessas irregularidades, informou ao Itambeagora, que
está no cronograma da Secretaria de Saúde para Catolezinho, ações de
identificação dos donos desses animais, posterior notificação com prazo para a
extinção desta prática e até notificação judicial – caso necessário, para os
proprietários que descumprirem a legislação do código de postura do município.
Itambeagora@gmail.com
1 Comentário

Related Articles

1 Comentário

Anônimo 26 de novembro de 2015 - 09:00

Trabalhei 5anos nessa localidade e foi sempre desse jeito, o cartão postal de entrada era os porcos e mau cheiro , espero que o poder publico tome as providências pois o povo de Cassilândia não merece isso e sim respeito.

Comentários estão fechados.

Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site. Ao clicar em "aceitar" assumiremos que você concorda com o uso que fazemos dos cookies. Concordo Clique AQUI e tenha mais informações

Política de Privacidade