Início Noticias Teto de Escola desaba em plena sala aula em Itambé; 13 crianças ficam feridas

Teto de Escola desaba em plena sala aula em Itambé; 13 crianças ficam feridas

Por Reginaldo Spínola
No início da tarde desta quinta-feira (26), um acidente envolvendo
crianças chocou a comunidade itambeense. O teto de uma sala de aula da Escola
Municipal Antônio Carlos Magalhães, localizada à Rua Josafá Azevedo, no Bairro
Agenor Novaes desabou em cima de 13 alunos e uma professora, gerando desespero
e correria na escola. 
Treze crianças, com idade entre 6 e 10 anos, entre elas duas
especiais, além da professora foram atingidas de cheio pelo telhado que desabou.
No momento do acidente, várias pessoas que estavam almoçando em um restaurante
em frente à escola, junto com outros voluntários correram para a escola, socorreram
as vítimas, as retirando dos escombros e encaminhando para a Santa Casa de
Misericórdia de Itambé. O Samu foi acionado, mas, no momento da chamada estava
atendendo a outra ocorrência. Os socorristas estavam em Vitória da Conquista
encaminhando uma vítima de acidente de moto, com fratura exposta para uma
unidade de saúde daquela cidade, que aconteceu na BA-263, em Itambé, horas
antes.
Através da Coordenadora do Samu de Itambé, duas unidades do
Samu de Itapetinga foram enviadas para Itambé, sendo uma básica e outra
avançada, equipada com equipe médica, pronta para qualquer situação grave de
emergência, tendo em vista que o acidente teve múltiplas vítimas. A medida do
Samu prestou assistências a todas as crianças, até a última ser liberada, após exames.
O Sr. Edmundo (Edmundo da Liga), foi o primeiro voluntário a
chegar na escola, no momento do acidente, que iniciou o resgate das crianças dos
escombros. Ele afirmou que as crianças foram protegidas pelas cadeiras, as
quais estavam sentadas no momento do desabamento. Segundo ele o forro de PVC com
os barrotes também ajudaram amortecer o impacto do telhado nas crianças. Na sala
estudam 29 alunos e, por conta da falta d’água na escola, somente 13 alunos
compareceram neste dia. Se todos estivessem presentes na sala, possivelmente uma
tragédia teria acontecido.  
No hospital aglomeram curiosos e familiares desesperados que
chegavam em busca de informações sobre as crianças. As treze crianças passaram
pelo atendimento de pronto socorro e, após passarem por exames de Raio X, foram
constatadas que elas tiveram somente ferimentos leves e hematomas.

A professora
que estava na sala com os alunos na hora do desabamento, também foi atendida em
estado de choque no hospital e ficou em observação após ser medicada.

O Prefeito Ivan e os Secretários de Saúde, Educação e
administração do município, estiveram na escola e no hospital prestando
assistência às vítimas. O Engenheiro da prefeitura esteve no local do acidente
fazendo levantamento de informações.
A diretora da escola ACM, Joelisa Trancoso, ainda em estado
de choque afirmou que a sala onde aconteceu o acidente foi construída às
pressas no final de 2012, ainda na gestão do então prefeito Moacir Andrade,
quando ela era lotada como professora.
O prefeito, ao falar com o Itambeagora afirmou que uma
perícia técnica será realizada na sala, para apurar a responsabilidade do
acidente. Redação e fotos: Itambeagora

Mais fotos:

A atualização desta matéria, devido ao temporal em Itambé, no início da noite e falha na Internet, só foi possível às 23:30h , desta quinta feira.

Itambeagora@gmail.com
10 Comentários

Related Articles

10 Comentários

Anônimo 28 de novembro de 2015 - 15:48

Oxe que prosa ruim é essa,o importante é que a matéria foi feita,gente que não tem o que comentar é foda viu.
Parabéns Reginaldo pela reportagem.
Obrigado Senhor Jesus por ter livrado todos de uma tragédia que poderia ser pior.

Anônimo 28 de novembro de 2015 - 00:19

Tá vendo aí dona Joelisa vai brincar com o nome de Deus em vão. Agora fica querendo jogar o culpa nos outros.

Anônimo 27 de novembro de 2015 - 17:28

Reginaldo você tem que tomar vergonha na cara. O blitz conquista publicou a matéria mais primeiro que você..O Blitz conquista publicou a matéria 3:20 da tarde. Enquanto vc publicou 23:30 da noite. Uma vergonha pra vc.. E nem vem com desculpa que o temporal de chuva foi 6:00 horas. E a tragédia foi 14:25. Da tarde.

Anônimo 27 de novembro de 2015 - 16:33

Tem um porem dona Joelisa a escola atualmente está pintada de verde prova que quem engambelou por último foi o atual prefeito quer dizer que possivelmente todas as escolas que estão pintadas de verde estão bonitas por fora mas fracas por dentro e ai quem vai pagar por uma vida

Anônimo 27 de novembro de 2015 - 15:12

So tenho,a,agradecera ao,nosso Deus pq naquele momento Deus livrou aquelas crianças de algo pior.
Vamos deixa politica gente foi uma fatalidade sou mae de uma dos,alunos.

Anônimo 27 de novembro de 2015 - 19:24

fatalidade nao,,,é obra mal feita mesmo! olha as emendas das madeiras, nos dias atuais, seria mais correto usar estrutura metalica, alguem pode dizer que tem outros telhados de madeira em perfeito estado porem, as madeiras de hoje sao bem fraquinhas, com emendas entao…

Anônimo 27 de novembro de 2015 - 11:11

O que percebo é que infelismente tudo que acontece ,seja o que for sempre é direcionado a politica o povo ta cansado sabemos que tudo que faz é segunda intencao ja pensando no ano de eleicao.Bora esquecer disso e tentar levar itambe pra frente a cidade virou cidade fantasma parou no tempo eles so pensa em ganhar dinheiro facil sem investir na cidade #Itambe eu acredito em vc.todos juntos pelo itambe melhor.

Anônimo 27 de novembro de 2015 - 09:48

O problema é que entra prefeito e sai prefeito, ai falam reformou a escola tau… Só q a reforma não passa de uma pintura e só… Não se faz uma vistoria na estrutura, parte elétrica aí colocamos os nossos filhos e muitas das vezes até nós mesmo a esses riscos…
Engenheiro civil existe para isso acompanhar obras e vistoria estruturas… Se gasta tanto dinheiro q até o TCM não aceitaram as contas do prefeito… Porque não se gastou esse dinheiro com uma avaliação dos prédios escolares do nosso município.
A culpa não é de Ivan só, mas de todos os outros prefeitos também, pois acho q isso nunca fizeram nos prédios públicos d nosso município.

Anônimo 27 de novembro de 2015 - 08:51

Eu ouvir uma professora falar assim : agora eles tomam providências depois da tragédia

Anônimo 27 de novembro de 2015 - 03:02

EM BARRA DO CHOÇA UMA ESCOLA COMO ESSA CAIU POR FALTA DE MANUTENÇÃO

Comentários estão fechados.

Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site. Ao clicar em "aceitar" assumiremos que você concorda com o uso que fazemos dos cookies. Aceitar

Política de privacidade e cookies