Início Noticias Família sofre para conseguir transferência de bebê em Vitória da Conquista

Família sofre para conseguir transferência de bebê em Vitória da Conquista

Por Reginaldo Spínola
Desespero para uma família de Vitória da Conquista que luta
por uma vaga na regulação para um leito de UTI neonatal para seu filho um recém-nascido
que apresenta sintomas de fibrose cística, uma doença que se não for diagnosticada
e tratada no início pode levar a morte. A aflição do casal se justifica porque
há dois anos eles perderam uma filha, nas mesmas condições e com o mesmo
problema. A família denuncia que o Hospital Esaú Matos, unidade onde foi
realizado o acompanhamento da gestação, tinha ciência do parto de risco e da
necessidade de atendimento de emergência durante trabalho de parto o que não
aconteceu. Temerosa com o futuro do pequeno Gabriel, a família procurou o Ministério
Público, que entrou com uma ação na Justiça pedindo a transferência imediata do
bebê. Em nota, o Hospital Esaú Matos confirmou o atendimento da gestante e que
transferiu a paciente para outra maternidade por ela ser classificada como gestante
de baixo risco pela equipe médica. Em nota, a Secretaria Municipal de Saúde
disse estar buscando junto a Central Estadual de Regulação um leito. “Assim que
a vaga surgir o paciente será transferido”. Já a Secretaria Estadual de Saúde
disse que o bebê não está incluso na regulação estadual. (Sudoeste Bahia)

Itambeagora@gmail.com
0 Comentário

Related Articles

Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site. Ao clicar em "aceitar" assumiremos que você concorda com o uso que fazemos dos cookies. Aceitar

Política de privacidade e cookies