Início Noticias Dupla depara com a polícia segundos depois cometer assassinato em Conquista

Dupla depara com a polícia segundos depois cometer assassinato em Conquista

Por Reginaldo Spínola
Daniel Alves Souza e um
adolescente, de 16 anos, foram pegos segundos depois de executarem Jonatas
Silva Santos, 20 anos, com vários tiros. O crime ocorreu por volta das 13h
desta terça-feira, 19, na Rua E, bairro Jardim Valéria.
A guarnição do Peto 78Cipm fazia
patrulhamento na via principal do bairro quando se deparou com a dupla correndo
e sorrindo, que se espantou ao dar de cara com a viatura. Durante a abordagem
foram encontrados um revólver e uma pistola.

No mesmo instante populares
informaram que os suspeitos teriam acabado de atirar em um rapaz. O crime
ocorreu a menos de 80 metros do local da abordagem. Lá estava Jonatas estirado
no chão com a cabeça dilacerada pelos disparos.

As armas ainda estavam quentes e
os autores apresentavam respingos de sangue no rosto.
Daniel ainda tentou argumentar
que roubou o rapaz, o qual teria reagido com a pistola que ele portava. Mas, a
polícia não acredita na versão apresentada pelo autor, pois houve confirmação
que eles são integrantes da facção criminosa BDN.
O que mais chamou a atenção da
polícia foi o modelo das armas utilizadas pela dupla. Além do 38, semelhante ao
já utilizado pelos militares, a pistola calibre 9mm é fabricada pela Sig Sauer,
considerada uma das melhores do mundo, tipo de arma que raramente um militar
tem a sua disposição.
Os autores foram apresentados no
Disep. O maior foi atuado em flagrante pelo crime de homicídio. O adolescente
será encaminhado a vara da Infância e Juventude e deverá receber a medida
socioeducativa de restrição de liberdade, sendo transferido para unidade em
Feira de Santana ou Salvador.
A Delegacia de Homicídios
investiga se a dupla tem relação com outro homicídio ocorrido a menos de duas
horas antes no bairro Kadija. (Blitz Conquista)

Related Articles