Início Bahia Sistema “Mandala” é a nova febre da Internet e já causou a morte de uma pessoa na Bahia

Sistema “Mandala” é a nova febre da Internet e já causou a morte de uma pessoa na Bahia

Por Reginaldo Spínola
1 Comentário

itambeagora

A possibilidade de ganhar dinheiro fácil fazendo muito pouco é no mínimo atraente. O termo “Mandala” tem ganhado repercussão nas redes sociais, principalmente nos grupos de Whatsapp. Essa novidade também está chegando aos poucos em Vitória da Conquista.

Em Lauro de Freitas,  região metropolitana de Salvador, a manutenção desse sistema já fez uma vítima na manhã desta quinta-feira (22).

De acordo com informações, o homem assassinado era responsável por administrar o sistema da Mandala no Whatsapp e o mesmo não teria depositado o pagamento de um dos participantes, que se vingou da vítima disparando seis tiros de uma arma calibre 380. O suspeito de ter praticado o crime foi preso.

A Mandala da Prosperidade trata-se de uma espécie de sistema que acontece por meio de grupos de Whatsapp, que promete aos usuários um ganho de pelo menos R$ 800, caso ele invista apenas R$ 100.

Esse dinheiro que precisa ser investido, é depositado em uma conta bancária pessoal e cada participante precisa trazer mais oito pessoas para o esquema, para finalmente conseguir o valor total do ganho prometido.

O sistema é dividido em 4 fases: terra, ar, água e fogo. Ao aderir, o usuário entra na base do sistema, que é a fase da água, em que ele investe os R$ 100 e precisa convidar mais duas pessoas para que também invistam. Depois de completar a quantidade necessária de participantes, recebe de cada um o valor também de R$ 100.

O problema dessa organização da Mandala é que ela possui indícios de pirâmide financeira, porque os últimos participantes acabam por custear os lucros de quem aderiu primeiro, ou seja, 64 pessoas têm que contribuir com o valor de R$ 100 para apenas os oito primeiros ganharem R$ 800. Dessa forma, a Mandala “vai girando”, multiplicada por oito, e aqueles que entram depois vão sustentando a rede de recurso.

No Brasil esse tipo de negócio não é novo, somente as plataformas que vão mudando. Vários esquemas de pirâmide já foram derrubados pelo Ministério Público e a recomendação é de que não se entre nesse tipo de sistema. // Resenha Geral

Itambeagora@gmail.com
1 Comentário
0

Deixe um comentário

Ao utilizar este formulário concorda com o armazenamento e tratamento dos seus dados por este site.

1 Comentário

mix house abc 29 de dezembro de 2016 - 14:26

muito bom o seu artigo

Resposta

mais Postagens interessantes

Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site. Ao clicar em "aceitar" assumiremos que você concorda com o uso que fazemos dos cookies. Concordo Clique AQUI e tenha mais informações

Política de Privacidade