Início Entretenimento Denúncia de suposta irregularidade no Payssandu poderá ocasionar reviravolta na final do Campeonato Municipal

Denúncia de suposta irregularidade no Payssandu poderá ocasionar reviravolta na final do Campeonato Municipal

Por Reginaldo Spínola

Time do Payssandu

Um impasse tomou conta do Campeonato Municipal 2017, desde o último domingo (28), quando aconteceu a partida da semifinal entre as equipes do Payssandu e Estrela Vermelha. O Jogo terminou empatado em 1 x 1  e o resultado favoreceu o Payssandu, classificado para a grande final com o time do Santana.

Time do Estrela Vermelha

Acontece que o time do Estrela Vermelha acusa o Payssandu de escalar um jogador supostamente irregular, favorecendo o time e influenciando no resultado do jogo. Se sentindo prejudicado, o Estrela Vermelha denunciou o caso à Liga Amadorista, apresentando documentos comprobatórios, indicando que o Payssandu infringiu e descumpriu artigos do regulamento do campeonato. Após protocolado a denúncia, a Liga Amadorista tem o prazo de até 72 horas para se manifestar. De acordo com o resultado da ação, poderemos ter uma reviravolta na final do Campeonato Municipal 2017.

Para esclarecer a situação, a diretoria do Estrela Vermelha divulgou nota pública explicando a situação. Leia a Nota na íntegra:

Nota à torcida, amantes do esporte e a comunidade itambeense em geral

“A Associação Esportiva Estrela Vermelha cumpre do presente para informar e esclarecer alguns fatos acerca do Campeonato Municipal de Futebol 2017, realizado pela Liga Amadorista de Itambé.

Na tarde da última terça-feira, dia 30 de maio de 2017, a equipe do Estrela Vermelha, semifinalista da referida competição, deu entrada junto a Liga Amadorista de Itambé de um documento denúncia contra a equipe do Paysandu Esporte Clube, em decorrência de infração cometida pela equipe supracitada durante partida semifinal, realizada no domingo, 28 de maio de 2017, no Estádio Municipal Osório Ferraz.

De acordo com o Regulamento do Campeonato Municipal de 2017, as equipes participantes da competição devem inscrever até 30 atletas, relacionar 18 destes, podendo ser inscritos até 8 atletas de outros municípios.

Durante os jogos, a equipe do Payssandu relacionou os seguintes atletas inscritos: Mancha e Bruno (Goleiros); Carlos André Nazaré (zagueiro); Robert Baster (volante); Malone Oliveira e Thales (meias); Romerito, Boca e Renato Chaves (lateral). A equipe contabilizou oito atletas inscritos, não domiciliados em Itambé.

Contudo, o erro da equipe, por desconhecimento ou má fé, foi ter selecionado o jogador Renato Chaves como residente e domiciliado em Itambé. No entanto, de acordo com documentos colhidos pela equipe do Estrela Vermelha, entregues a Liga em forma de denúncia, foi constatado que o referido jogador é, na verdade, domiciliado no município de Vitória da Conquista, conforme documentos comprobatórios enviados a Liga. Além disso, o jogador Renato Chaves morou também no Povoado da  Limeira, pertencente a Vitória da Conquista.

A equipe do Payssandu infringiu ao artigo 15º, tendo em vista que a conduta beneficiou diretamente ao time. A equipe descumpriu ainda o artigo 34º, ao incluir atleta sem condições legais de participação em partidas. Qualquer irregularidade desta natureza estará enquadrada no artigo 214º do CBJD.

Diante do exposto, materializado através de provas e documentos, entregues a Liga Amadorista de Itambé, denunciamos a equipe do Payssandu e solicitamos que esta conceituada entidade tome uma postura condizente com sua história, marcada por 30 anos de luta intensa a favor do esporte amador em Itambé. Conclamamos aos dirigentes da entidade para que façam valer ao regulamento da competição, tão propalado e defendido no decorrer do Campeonato Municipal de Futebol 2017.

Esclarecemos aos torcedores e amantes do futebol que a atitude tomada pelo Estrela Vermelha, em nenhum momento foi realizada devido a derrota sofrida pela equipe durante partida semifinal. Fizemos isso ao ouvir o pedido de providencias oriundos de torcedores, patrocinadores, atletas, diretores das equipes envolvidas, na busca de legitimarem os verdadeiros finalistas. Por fim, torcemos para que o nosso campeonato termine com transparência, lisura e que o regulamento seja fielmente cumprido”. 

A DIRETORIA

Itambeagora@gmail.com

mais Postagens interessantes

Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site. Ao clicar em "aceitar" assumiremos que você concorda com o uso que fazemos dos cookies. Concordo Clique AQUI e tenha mais informações

Política de Privacidade