Início Bahia Conquista: Bando preso em assalto frustrado a joalheria pretendia explodir caixa eletrônico

Conquista: Bando preso em assalto frustrado a joalheria pretendia explodir caixa eletrônico

Por Reginaldo Spínola
0 Comentário

Na tarde dessa terça-feira, 23, o Peto da 77ª Cipm frustrou um assalto a joalheria no Centro de Conquista e prendeu suspeitos de integrarem uma quadrilha. Armas, munições e explosivos foram apreendidos. A operação começou na Av. Juraci Magalhães, quando o Peto realizou abordagem a um veículo com dois suspeitos.

De acordo com a polícia, Bruno de Jesus Souza, de 19 anos, portava um revólver. Ele estava acompanhado de Bruno Kevin Paiva Gonçalves, de 21 anos. A dupla teria dito que seguia para encontrar com um comparsa para praticar o assalto a joalheria. Com apoio do Pelotão de Motos o terceiro suspeito, Carlos Henrique Sousa Silva, de 23 anos, foi capturado próximo ao Ginásio de Esportes com uma moto roubada, que supostamente seria utilizada na ação criminosa.

Com a informação de qual local os suspeitos iriam após o assalto, os policiais seguiram até um sítio na região do povoado de Itapirema, zona rural da cidade, onde estavam o senhor proprietário do imóvel e sua filha Beatriz de Almeida Lemos, de 19 anos.O senhor informou que os suspeitos estiveram anteriormente em seu imóvel e mantiveram contato com o seu genro, Saymon Alves Ferreira, de 24 anos, ausente no momento. O senhor e sua filha indicaram o comodo onde Saymon guardava suas coisas e lá encontraram munições, explosivos, um revólver e mais de R$ 100 mil em dinheiro e cheques. Enquanto eram realizadas as buscas, Saymon chegou na residência e, segundo a polícia, assumiu a propriedade de todo material ilícito e, juntamente com sua esposa (Beatriz), confessaram que os explosivos seriam utilizados na explosão do caixa eletrônico que fica em frente ao Seminário da Av. Brumado.

Caixa eletrônico era alvo

De acordo com a polícia, a ação policial que frustrou o assalto a joalheria no Centro Comercial de Conquista, também evitou a explosão do caixa eletrônico que fica em frente ao Seminário, na Av. Brumado. No sítio que os suspeitos iriam se esconder, os militares encontraram três “bananas” de explosivos.

Ainda segundo a polícia, a jovem e seu esposo, presos na ação policial, confessaram que o material seria utilizado na explosão do caixa eletrônico. Com os suspeitos, além dos explosivos, os militares encontraram dois revólveres, munições, celulares e mais de R$ 100 mil em espécie e cheques. Também, os suspeitos teriam revelado que a submetralhadora apreendida no dia 5 de janeiro, no Santa Cruz, esteve com eles dias antes.

Todos os envolvidos foram apresentados no Disep, sendo Bruno, Kevin, Carlos, Saymon e Beatriz autuados em flagrante. // Blitz Conquista.

Itambeagora@gmail.com
0 Comentário

mais Postagens interessantes

Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site. Ao clicar em "aceitar" assumiremos que você concorda com o uso que fazemos dos cookies. Concordo Clique AQUI e tenha mais informações

Política de Privacidade