Início Brasil Garota Rodeio da EXPOBUR, de 17 anos é estrangulada e morre carbonizada após incêndio em quarto

Garota Rodeio da EXPOBUR, de 17 anos é estrangulada e morre carbonizada após incêndio em quarto

Por Reginaldo Spínola

 

Buritis, RO – Um incêndio na madrugada deste sábado (13) ceifou a vida da adolescente de 17 anos, Camila Sacoman, que ficou conhecida como a Garota Rodeio da Exposição Agropecuária de Buritis de 2018, em Rondônia.

O incêndio ocorreu na residência localizada no Setor Três, município de Buritis. A priori, a adolescente tinha dormido com o celular carregando e teria ocorrido a explosão do celular, mas houve uma reviravolta.

Conforme os dados que estão sendo confrontados, a vítima primeiramente foi estrangulada estrangulada com uma corda e posteriormente morreu carbonizada, em virtude do incêndio, que se alastrou pelo quarto e alguns compartimentos da residência.

A Polícia já tem um suspeito do crime, que está sendo ouvido na Delegacia do município.

De acordo com testemunhas, quando vizinhos e avó que moram na residência da frente viram o incêndio e foram socorrê-la, mas não havia mais tempo. Os Bombeiros compareceram ao local e apagaram o fogo.

ATUALIZADA

Polícia prende assassino confesso da Garota Rodeio 2018, morta em Buritis

 

RONDÔNIA – Começam a clarear as hipóteses do possível assassino da Garota Rodeio 2018, Camila Sacoman, morta por estrangulamento com um fio de secador de cabelo e mais tarde carbonizada. Trata-se de um menor de 17 anos que foi preso no mesmo dia do crime.

Camila, que reside no município de Buritis-RO, região do Vale do Jamari, foi encontrada morta na manhã de sábado (13) em sua residência. Inicialmente, a polícia trabalhou com a hipótese de que o o fio da tomada de seu celular poderia ter sido causador o incêndio e ela teria morrido carbonizada depois de um curto circuito. Mas depois de aprofundadas as investigações, verificou-se que Sacoman tinha vestígios de estrangulamento.

A polícia então mudou a linha de investigação e, em seguida, prendeu um suspeito que confessou o crime, embora outros supostos envolvidos também tenham sido ouvidos pelos investigadores.

Os policiais apuraram que na sexta-feira (12) Camila foi para uma festa com uma amiga e que esta teve uma briga com seu ex-namorado. Em seguida, as duas foram embora, mas Camila foi pelo assassino e morta dentro de casa com um fio de secador de cabelo.

Ainda conforme relato da polícia, para esconder as provas do crime, o criminoso colocou fogo no quarta da vítima que foi encontrada na manhã de sábado completamente carbonizada.

Compartilhe esse post com seus amigos

Deixe um comentário

mais Postagens interessantes

Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site. Ao clicar em "aceitar" assumiremos que você concorda com o uso que fazemos dos cookies. Concordo Clique AQUI e tenha mais informações

Política de Privacidade