Início Brasil Aposentado prova que está vivo em 2020, mas CAIXA exige prova de que ele também estava vivo em 2019

Aposentado prova que está vivo em 2020, mas CAIXA exige prova de que ele também estava vivo em 2019

Por Reginaldo Spínola

Não é piada, ao contrário, é muito sério. O advogado Michel Assef, de 74 anos, teve a aposentadoria suspensa, pois precisava provar que estava vivo para continuar a receber o benefício. Seguiu a recomendação do INSS, dirigindo-se à uma agência da Caixa Econômica Federal para apresentar a prova de vida de 2020. No entanto, o assunto não se resolveria assim tão facilmente.

Depois que fez toda a burocracia, comprovando que estava vivo em 2020, o aposentado se viu envolvido em outra exigência da Caixa: teria que provar que estava vivo também em 2019. Isso mesmo.

“Informaram-me que eu teria que ir em outra agência fazer a prova de vida de 2019. Eu achei que estavam de brincadeira, porque se eu estou vivo em 2020, é claro que estava vivo em 2019, disse o advogado ao jornal “Extra”, do Rio de Janeiro. — contou o advogado.

Itambeagora@gmail.com

Deixe um comentário

mais Postagens interessantes

Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site. Ao clicar em "aceitar" assumiremos que você concorda com o uso que fazemos dos cookies. Concordo Clique AQUI e tenha mais informações

Política de Privacidade