Início Bahia Vídeo: MP investiga denúncias de abusos sexuais e psicológico feitas por 14 mulheres contra líder espiritual na BA

Vídeo: MP investiga denúncias de abusos sexuais e psicológico feitas por 14 mulheres contra líder espiritual na BA

Por Reginaldo Spínola

O Ministério Público da Bahia investiga denúncias de abusos sexuais e psicológico contra um líder espiritual, Jair Tércio Cunha Costa, um dos criadores de uma Fundação OCIDEMNTE (Organização Científica de Estudos Materiais, Naturais e Espirituais), com sede em Salvador. A CNN teve acesso a conversas pelo WhatsApp em que mulheres relatam terem sido vítimas de abusos e perseguições cometidas por Costa.

As denúncias chegaram à Ouvidoria das Mulheres, órgão do Conselho Nacional do Ministério Público e ao Projeto Justiceiras, iniciativa que reúne 3.500 voluntárias, entre psicólogas, advogadas e assistentes sociais e realiza o acolhimento de mulheres durante a pandemia do novo coronavírus, período em que foi registrado aumento no número de casos de violência doméstica.

Embora tenha começado a funcionar em junho, o canal de denúncias também recebe pedidos de ajuda de casos ocorridos muito antes da pandemia. É o caso de uma das denunciantes, de 33 anos, que relatou ter se aproximado de Jair Tércio aos 16 anos, por causa do então namorado. Ela declarou ter sofrido abusos durante cinco anos. Parte dos crimes teriam acontecidos na sede da fundação, em uma região pouco habitada, no bairro de Stella Maris, distante do centro de Salvador.

Como uma forma de encorajar outras mulheres vítimas de abusos, ela usa as redes sociais para desabafar. “Eu acho que a gente percebe desde o início que algo não está certo, mas nós fomos quebradas por dentro”.

O caso foi destaque no programa O Fantástico, deste domingo (02), da emissora Rede Globo, assista:

Itambeagora@gmail.com
0 Comentário

Related Articles

Deixe um comentário

Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site. Ao clicar em "aceitar" assumiremos que você concorda com o uso que fazemos dos cookies. Aceitar

Política de privacidade e cookies