Início Bahia MP-BA oferece denúncia contra prefeito de Barreiras em virtude de lixão localizado na zona rural

MP-BA oferece denúncia contra prefeito de Barreiras em virtude de lixão localizado na zona rural

Por Reginaldo Spínola

O Ministério Público da Bahia (MP-BA) apresentou denúncia contra o prefeito de Barreiras, no Oeste do Estado, em virtude da existência de um lixão situado em zona rural, às margens da Rodovia BR-242.

O documento do último dia 26 descreve que o município mantém em seu território um depósito irregular de resíduos que provoca poluição ambiental, especialmente tornando uma área rural próxima imprópria para a ocupação humana.

O MP-BA descreve riscos à saúde da população e deterioração do cerrado, bioma local.Na avaliação do parquet, o prefeito Zito Barbosa (DEM) não tem adotado medidas efetivas – desde que tomou posse em 2017 -, “de forma consciente”, para saneamento as irregularidades e problemas ao meio ambiente ocasionados pela situação.

Da mesma forma, existem, segundo a denúncia, aproximadamente 100 pessoas em estado de vulnerabilidade social vivendo no entorno do local e extraindo sua subsistência dos detritos dispensados e acumulados no lixão – sem qualquer uso de equipamentos de proteção individual (EPI´s). Crianças, adolescentes e idosos fazem parte desse grupo.

Além disso, outras ilicitudes descritas dizem respeito ao a queima generalizada de resíduos e inexistência de placas de advertência sobre os riscos da área contaminada, bem como controle de acesso. Segundo o MP, não há recobrimento permanente do lixo no terreno.

Assim, a prefeitura estaria deixando de cumprir com ao menos seis itens de um termo de ajustamento de conduta celebrado em 2012 com o MP-BA para viabilizar a proteção do meio ambiente.

São eles: Promover a destinação final ambientalmente adequada dos resíduos sólidos gerados em seu território até 1° de agosto de 2014; Apresentar um Plano Municipal de Gestão Integrada de Resíduos Sólidos; Iniciar a coleta seletiva de resíduos sólidos; Impedir, proibir e se abster de depositar resíduos sólidos na área do lixão em utilização; Elaborar e executar o Plano de Recuperação da Área Degradada (PRAD); e Adotar medidas emergenciais para mitigar os danos provocados pelo lixão em uso.

“A existência e a manutenção do “lixão” de Barreiras, segundo o Parecer Técnico n° 294/2020, de 29/07/20, além dos males causados às pessoas (gravames à salubridade por vetorizar animais, insetos, pragas) e à natureza (gravames ao solo, à atmosfera e à flora), por estar situado em zona rural e às margens da Rodovia BR-242, ainda provocam riscos ao intenso trânsito de veículos que se utilizam da via, especialmente pelo comprometimento da visibilidade dos condutores ante o lançamento de fumaça na atmosfera decorrente de incêndios no local”, escreve a denúncia.

O MP-BA pede que os secretários de Meio Ambiente e Infraestrutura, Demósthenes da Silva Nunes Júnior e João Araújo de Sá Cedraz, respectivamente, prestem depoimento a respeito da questão em documento encaminhado a um dos presidentes das Câmaras Criminais do Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA). A reportagem do BNews procurou a prefeitura de Barreiras para comentar a denúncia no final da tarde da última quinta-feira (3).

A resposta foi encaminhada por meio da assessoria de imprensa na manhã desta sexta-feira (4), através da seguinte nota: “O Município de Barreiras informa que ainda não foi notificado da representação do Ministério Público da Bahia sobre questões do Aterro Sanitário, assim que tomar conhecimento do teor da representação o Município poderá se   manifestar a respeito”.

A reportagem havia questionado se o município reconhecia a situação descrita na denúncia, e pediu que, em caso afirmativo, fosse descrito o que vem sendo feito para fiscalizar e solucionar a situação no local. Também pedimos um posicionamento mais específico sobre as acusações de descumprimento dos termos do ajustamento de conduta firmado em 2012.

Compartilhe esse post com seus amigos

Deixe um comentário

mais Postagens interessantes

Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site. Ao clicar em "aceitar" assumiremos que você concorda com o uso que fazemos dos cookies. Concordo Clique AQUI e tenha mais informações

Política de Privacidade