Início Brasil Pai do homem negro morto por seguranças no Carrefour desabafa: Eu vim para achar um preso, achei um corpo

Pai do homem negro morto por seguranças no Carrefour desabafa: Eu vim para achar um preso, achei um corpo

Por Reginaldo Spínola

Após a morte do filho, o senhor João Baptista desabafou nesta sexta-feira (20). João é pai do João Alberto, o homem negro que foi espancado por seguranças e morto no Carrefour de Porto Alegre. Então, ele contou que teve uma péssima surpresa pois havia recebido um chamado de que seu filho teria sido preso, e não morto.

Em entrevista à TV CNN, João Baptista desabafou. Segundo ele, na ligação que atendeu uma pessoa informou que o filho dele estava sendo preso, mas quando chegou lá ele já encontrou a equipe médica tentando reanimar João Alberto:

“Quando cheguei, a equipe médica estava nos últimos minutos de reanimação e ele não reagiu mais. Eu vim porque me ligaram dizendo que tinha prendido ele. Eu vim para achar um preso, achei um corpo, uma pessoa assassinada covardemente, como os vídeos estão mostrando aí.”

Além disso, ainda segundo o portal, o senhor João Baptista afirmou que por mais grosseiro que o seu filho tenha sido, ele não poderia ter a vida ceifada.

Os seguranças Magno Braz Borges e Giovane Gaspar da Silva foram detidos e presos em flagrante por homicídio qualificado.

Veja o vídeo que registrou o momento das agressões, e que chocou o Brasil:

Itambeagora@gmail.com
0 Comentário

Related Articles

Deixe um comentário

Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site. Ao clicar em "aceitar" assumiremos que você concorda com o uso que fazemos dos cookies. Aceitar

Política de privacidade e cookies