Início Brasil Barbaridade: Menina de 6 anos morre após ser torturada durante três dias por mãe e madrasta

Barbaridade: Menina de 6 anos morre após ser torturada durante três dias por mãe e madrasta

Por Reginaldo Spínola
0 Comentário

A menina Ketelen Vitória Oliveira da Rocha, de 6 anos de idade, torturada durante três dias pela mãe e madrasta na cidade de Porto Real, sul fluminense, morreu na madrugada deste sábado, 24, A garota estava internada desde o início da semana em um hospital privado na cidade de Resende.

Ketelen foi agredida e torturada por três dias pela própria mãe, Gilmara de Oliveira Farias, de 27 anos, e pela madrasta, Brena Luane Nunes, de 25, companheira de Gilmara, que já possui outras passagens pela polícia, inclusive por crimes da mesma natureza.

A criança sofreu maus-tratos entre a sexta-feira, 16, e a madrugada de segunda, 19. Além disso foi alvo de socos, pontapés e golpes de fio de televisão, e chegou a ser jogada de um barranco de 7 metros de altura. De acordo com a polícia, durante todo o período ela sofreu com agressões e não foi devidamente alimentada.

Entenda o caso

Segundo a Polícia Civil, as agressões começaram na sexta-feira (16) e seguiram até a madrugada de segunda (19), quando a criança “ficou agonizando até amanhecer” e a mãe resolveu chamar o Samu.

RJ: Mãe da mulher que torturou enteada diz que filha a ameaçava

Ainda de acordo com a polícia, nesse período, a menina não foi devidamente alimentada, recebeu socos, empurrões, pisões, pontapés e sofreu lesões provocadas por um fio de TV, que foi usado como chicote. O fio foi apreendido como instrumento do crime. Além de passar por tudo isso, ela foi jogada de uma altura de sete metros em um matagal.

Na quarta-feira (21), o Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro (TJ-RJ) decretou prisão preventiva da mãe e da madrasta da criança. A decisão foi tomada pelo juiz Marco Aurélio da Silva Adania na audiência de custódia realizada com base na gravidade dos ferimentos sofridos pela menina.

Agressões motivadas por ciúmes

De acordo com a polícia, a mãe da menina e a companheira confessaram o crime, que teria sido motivado por ciúmes.

“A companheira começou a sentir ciúmes da criança, o que foi piorando o relacionamento, até [chegar] agora às agressões”, contou o delegado titular de Porto Real, Marcelo Nunes Ribeiro.

RJ: Morre menina de 6 anos agredida pela mãe e pela madrasta - ISTOÉ  Independente

Mãe, Gilmara de Oliveira Farias, de 27 anos e a filha Ketelen, de 6.

“A mãe da criança alega que, por volta de outubro do ano passado, a companheira começou a sentir ciúmes da criança e começou a maltratar tanto a mãe como a criança. Começou a fazer algumas agressões contra a criança, no que veio a culminar, na última sexta-feira, a essa série de agressões”, acrescentou o delegado.

Rio: morre menina de 6 anos que foi espancada e torturada por mãe e madrasta  | Brasil | iG

Brena Luane Nunes, de 25 anos, companheira de Gilmara

As duas mulheres, de 27 e 25 anos, estão presas e, de acordo com a polícia, confessaram os maus tratos.

Itambeagora@gmail.com
0 Comentário
0

Deixe um comentário

Ao utilizar este formulário concorda com o armazenamento e tratamento dos seus dados por este site.

mais Postagens interessantes

Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site. Ao clicar em "aceitar" assumiremos que você concorda com o uso que fazemos dos cookies. Concordo Clique AQUI e tenha mais informações

Política de Privacidade