Início Bahia Prefeito Candinho e familiares de Guilherme Marback discutem a revitalização da Biblioteca Pública Municipal

Prefeito Candinho e familiares de Guilherme Marback discutem a revitalização da Biblioteca Pública Municipal

Por Reginaldo Spínola
0 Comentário

Na manhã da última segunda-feira (26), o prefeito Candinho Araújo e o diretor de Cultura e Turismo Jota Brandão participaram de uma reunião com familiares de Guilherme Marback, ex-governador interino do estado. O objetivo foi discutir meios para promover a revitalização do prédio histórico que abrigava a Biblioteca Municipal.

Entre os presentes no encontro estava a filha de Guilherme Marback, Carmen Maria Marback Magno Baptista, a neta Silvana Marback Magno Baptista Castro e o seu esposo Carlos Castro Júnior. Na ocasião, eles ofereceram apoio para buscar, junto com o prefeito, recursos a fim de realizar a obra e, assim, promover o resgate do espaço, destinando-lhe todo acervo histórico disponível.

Durante o encontro, o prefeito Candinho reiterou o seu compromisso com a Cultura local e anunciou que, enquanto busca recursos para a efetivação da obra, estará reimplantando a Biblioteca no espaço onde funcionava a extinta Cesta do Povo, próximo ao Fórum local. A intenção é assegurar o funcionamento da Biblioteca e a preservação do acervo, oferecendo aos estudantes e a comunidade em geral um local amplo, confortável e organizado.

Quem foi Guilherme Marback

Guilherme Carneiro da Rocha Marback nasceu em Salvador em 28 de março de 1898, filho de Guilherme Lassance Marback e de Carmen Balaly de Carvalho Marback. Formado em 1919 pela Faculdade de Direito da Bahia, exerceu a função de fiscal federal na Inspetoria Geral dos Bancos em Salvador e, durante o governo de Vital Soares, foi seu oficial-de-gabinete, cargo que exerceu de 1928 a outubro de 1930.

Em julho de 1934, foi eleito deputado na Assembleia Constituinte da Bahia. Após a promulgação da nova Carta estadual e a eleição do governador Juraci Magalhães em 1935, exerceu o mandato ordinário até 10 de novembro de 1937.

Em 1938, durante a interventoria de Landulfo Alves, ocupou a secretaria da Fazenda e Tesouro da Bahia. Em dezembro de 1945 foi eleito deputado federal constituinte, mas não chegou a assumir o mandato por ter sido nomeado, em fevereiro de 1946, interventor federal na Bahia. Entre as medidas tomadas durante sua gestão, destacaram-se a reformulação da Secretaria da Fazenda, o saneamento das finanças do estado, a luta contra o encarecimento dos gêneros alimentícios e os atentados à economia popular, o aumento ao funcionalismo público e a criação da Universidade Federal da Bahia.

Foi também professor e diretor da Faculdade de Ciências Econômicas da Bahia. Morreu em Salvador, em 6 de abril de 1954. Era casado com Maria Madalena Carneiro da Rocha Marback, com quem teve seis filhos.

Itambeagora@gmail.com
0 Comentário
0

Deixe um comentário

Ao utilizar este formulário concorda com o armazenamento e tratamento dos seus dados por este site.

mais Postagens interessantes

Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site. Ao clicar em "aceitar" assumiremos que você concorda com o uso que fazemos dos cookies. Concordo Clique AQUI e tenha mais informações

Política de Privacidade