Início Bahia ‘Sensação indescritível’, diz o baiano Renê Pereira após bronze nas Paralimpíadas

‘Sensação indescritível’, diz o baiano Renê Pereira após bronze nas Paralimpíadas

Por Reginaldo Spínola

Medalhista de bronze no remo nos Jogos Paralimpícos de Tóquio 2020, o baiano Renê Pereira não encontrou palavras para definir o momento. No começo da manhã deste domingo (29), ele subiu no pódio na categoria skiff simples PR1M1x 2.000 metros.

“Estou bastante feliz com a prova. É uma sensação indescritível, me sinto merecedor por todos os esforços que empenheei em prol dessa medalha. Foi difícil, períodos difíceis, mas eu sabia que com luta, com dedicação, era possível. A vitória veio da melhor forma possível, de modo que dedico à todos que acreditaram, que emanaram boas vibrações, à minha família, à equipe de apoio”, afirmou. “Não tenho nem como descrever o que é ser um medalhista paralímpico”, completou.

Nascido em Itapetinga, Renê conquistou o terceiro lugar na prova após boa arrancada nos últimos 500 metros do percurso e fez o tempo de 10min03s54. O baiano ficou atrás do ucraniano Roman Polianskyi que ficou com o ouro ao marcar 9min48s78, enquanto o australiano Eric Horrie levou a prata com 10min00s82. // BahiaNoticias

Itambeagora@gmail.com

Deixe um comentário

mais Postagens interessantes

Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site. Ao clicar em "aceitar" assumiremos que você concorda com o uso que fazemos dos cookies. Concordo Clique AQUI e tenha mais informações

Política de Privacidade