Início Brasil Transferência de veículo agora pode ser feita por meio de aplicativo ou de site

Transferência de veículo agora pode ser feita por meio de aplicativo ou de site

Por Reginaldo Spínola

O aplicativo Carteira Digital de Trânsito (CDT) trouxe mais um recurso para facilitar a vida dos motoristas. Agora, é possível realizar a assinatura da Autorização para Transferência de Propriedade de Veículo (ATPV-e) digitalmente, permitindo, assim, a transferência de documento de veículos por meio do smartphone.

Este documento é necessário para os veículos que já possuem o Certificado de Registro de Veículo (CRV) digital, no processo de transferência de propriedade do automóvel e, que, anteriormente, só era possível ser emitido nos postos.

A nova funcionalidade reduz a burocracia na compra ou venda de um veículo e dispensa a necessidade de o proprietário se deslocar até o Detran para emitir o antigo DUT (Documento Único de Transferência), ir ao cartório reconhecer firma, e, somente após, finalizar a transferência no estabelecimento comercial.

Inicialmente, essa assinatura está disponível para vendas de veículos por pessoas físicas a estabelecimentos comerciais, como lojas ou concessionárias, as quais devem estar integradas ao Registro Nacional de Veículos em Estoque (Renave), sistema que permite a transferência eletrônica de propriedade.

Funciona da seguinte maneira: o estabelecimento comunica que o cidadão deseja transferir o veículo (via Renave), e, logo em seguida, o proprietário recebe uma notificação no aplicativo CDT para fazer a assinatura eletrônica no documento. A partir disso, ele é direcionado para realizar o login do gov.br, onde é verificada a classificação da sua identidade digital. Após a assinatura digital da ATPV-e, a transferência é finalizada.

Segundo o especialista em direito do trânsito, Dr. Danilo Oliveira Costa, o procedimento somente é possível se o Detran de jurisdição do veículo também estiver aderido ao sistema Renave, e, até o momento, o Estado da Bahia não aderiu ao sistema.

O especialista ainda ressaltou que os serviços de trânsito tem se tornado cada vez mais digital e menos burocrático, a exemplo do Detran do Rio de Janeiro que criou o Posto Digital, que facilita o acesso on-line a serviços como o licenciamento digital, recurso de multas, acesso a pontuação, parcelamento de débitos e verificação de nada consta, de forma personalizada, por meio de login e senha, além Trouxe  da possibilidade de o usuário fazer, através do site, a emissão da ATPV-e (DUT eletrônico). // Bnews

Itambeagora@gmail.com

Deixe um comentário

mais Postagens interessantes

Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site. Ao clicar em "aceitar" assumiremos que você concorda com o uso que fazemos dos cookies. Concordo Clique AQUI e tenha mais informações

Política de Privacidade