Início Bahia Região: Pedreiro é assassinado supostamente por traficante insatisfeito com obra que atrapalharia seus “negócios”

Região: Pedreiro é assassinado supostamente por traficante insatisfeito com obra que atrapalharia seus “negócios”

Por Reginaldo Spínola

A pequena e até então pacata cidade de Barro Preto, no sul da Bahia, tem sido, nas últimas horas, palco de terror e violência. O município localizado a cerca de 15km de Itabuna e com cerca de apenas 5.300 habitantes, segundo o IBGE, tem registrado crime brutais e a população local anda bastante assustada.

O Departamento de Polícia Técnica de Itabuna foi acionada na manhã desta sexta-feira (10), após um assassinato a tiros, ocorrido naquele município.

A vítima foi identificada apenas pelo apelido Tingo, que não tinha envolvimento com o crime e trabalhava como pedreiro.  O assassinato aconteceu debaixo de fortes chuvas que caem na região.

Informações preliminares dão conta de que Tingo pode ter sido assassinado por um narcotraficante local, e a motivação para a execução do homem inocente é incrivelmente torpe, dando ainda mais brutalidade ao crime cometido. Tingo vinha trabalhando em uma determinada obra, mas o traficante entendeu que a construção naquele local atrapalharia seus “negócios” e ordenou a interrupção da obra. Mas Tingo precisava do trabalho e seguiu com suas funções na construção. E como retaliação, ele foi assassinado a tiros.

O salário de um homem trabalhador foi, de certa forma, a sua própria morte. O crime causou revolta e comoção na comunidade local.

O corpo da vítima foi removido por peritos técnicos do Complexo Policial de Itabuna. A Polícia Civil investiga o crime e a sociedade cobra da justiça por medidas punitivas ao autor do brutal assassinato. // fonte: Verdinho Itabuna

Compartilhe esse post com seus amigos

Deixe um comentário

mais Postagens interessantes

Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site. Ao clicar em "aceitar" assumiremos que você concorda com o uso que fazemos dos cookies. Concordo Clique AQUI e tenha mais informações

Política de Privacidade