Início Brasil Estudante é esfaqueada 7 vezes após cobrar dívida de amigo

Estudante é esfaqueada 7 vezes após cobrar dívida de amigo

Por Reginaldo Spínola

Uma jovem de 24 anos, estudante da Universidade de Brasília (UnB), foi esfaqueada sete vezes após cobrar a dívida de um amigo. O crime ocorreu na noite de segunda-feira (24), dentro de um carro, depois de o agressor, de 18 anos, marcar um encontro com a vítima sob o pretexto de pagar o débito.

“Não ‘tô’ conseguindo dormir. É momento de pânico. Todo momento vem a imagem dele na minha cabeça, de todos os golpes, de tudo”, diz, emocionada.

À TV Globo, a jovem contou que conhece o rapaz há cerca de três anos, e que ele a convenceu a deixá-lo fazer a negociação de venda do carro dela. O veículo foi vendido, mas o suspeito não repassou o valor integral, e a vítima passou a cobrar o dinheiro.

Na quarta-feira (27), enquanto a estudante fazia exames no Instituto Médico Legal (IML), recebeu a notícia de que a Justiça tinha ordenado a soltura do suspeito, em audiência de custódia. A defesa dela diz que vai recorrer da decisão.

A jovem diz que, no início do ano, comentou que queria vender o próprio carro e o agressor se ofereceu para fazer a negociação. Ele pegou uma procuração com a vítima e vendeu o veículo, mas não repassou o dinheiro prometido.

Após quatro meses de cobrança, nesta semana, o rapaz disse que pagaria o débito. No entanto, eles deveriam ir até Arniqueira, onde ele supostamente pegaria o dinheiro. O encontro foi marcado para a noite de segunda, depois que a jovem saiu da UnB.

No meio do caminho, segundo a vítima, o agressor puxou uma faca e começou a atacá-la repetidamente. No último golpe, a faca ficou presa ao peito da mulher. Achando que a jovem tinha morrido, o homem parou o ataque e fugiu no carro dela.

A jovem foi socorrida e levou alta na quarta. Ela afirma que, além das cicatrizes físicas, saiu da situação com marcas psicológicas.

“Diante do ocorrido, veio também a sensação de traição, né? Porque de uma pessoa próxima a você, você jamais esperaria. Eu, no meu caso, jamais esperaria que isso pudesse acontecer”, diz.

Compartilhe esse post com seus amigos

Deixe um comentário

mais Postagens interessantes

Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site. Ao clicar em "aceitar" assumiremos que você concorda com o uso que fazemos dos cookies. Concordo Clique AQUI e tenha mais informações

Política de Privacidade